1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estamos horrorizados", diz banda que tocava no Bataclan

Grupo de rock americano cujo show foi cenário do pior dos ataques de 13 de Novembro em Paris, se pronunciou pela primeira vez após atentados. Dos EUA, grupo agradeceu a fãs e forças de segurança francesas.

A banda de rock californiana Eagles of Death Metal, cujo show na última sexta-feira (13/11) na casa de espetáculos Bataclan, foi cenário dos ataques com maior número de mortos naquele dia em Paris, voltou para os EUA e suspendeu o restante de sua turnê. O anúncio foi feito pelo grupo nesta quarta-feira, através de comunicado.

Todos os músicos da banda sobreviveram ao ataque de sexta-feira. Mas o empresário do grupo, Nick Alexander, de 36 anos, e três executivos de sua gravadora, a Universal Music, estavam entre as dezenas de mortos no massacre.

O comunicado, postado nas contas do grupo em redes sociais, foi a primeira manifestação da banda após os ataques.

"Estamos agora a salvo em casa. Estamos horrorizados e ainda tentamos entender o que aconteceu na França", desabafou a banda californiana. "Mesmo que seja tristeza que nos une às vítimas, aos fãs, às famílias, ao povo de Paris e a todos aqueles afetados pelo terrorismo, estamos orgulhosos de estamos unidos com nossa nova família, unidos com o objetivo comum do amor e da compaixão", complementa o texto.

A banda agradeceu aos órgãos de segurança franceses, ao FBI e aos ministérios do Exterior.

O Eagles of Death Metal cancelou o resto de sua turnê europeia, que a levaria a 32 cidades e terminaria em dezembro, em Portugal.

MD/rtr/dpa

Leia mais