1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estado Islâmico" sequestra 90 cristãos assírios na Síria

Terroristas atacam e incendeiam vilarejos ocupados há séculos pela minoria cristã, obrigando centenas de pessoas a deixar suas casas no nordeste da Síria.

Terroristas do "Estado Islâmico" (EI) sequestraram ao menos 90 cristãos assírios – incluindo mulheres e crianças – no nordeste na Síria, divulgou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos nesta terça-feira (24/02).

Segundo a ONG baseada em Londres, eles foram levados quando os jihadistas atacaram vários vilarejos a oeste da cidade de Hasaka, incluindo Tel Hermez e Tel Shamiran, na manhã desta segunda.

De acordo com moradores de Hasaka, dominada pelos curdos, os fugitivos que chegaram à cidade contam que igrejas foram queimadas e falam em abusos cometidos contra a população. A agência de notícias síria Sana afirma que uma das igrejas mais antigas do país foi queimada em Tal Hermez, além de várias casas.

O ataque ocorreu logo após confrontos violentos entre combatentes jihadistas e curdos em Tel Tamar, uma cidade perto dos vilarejos onde os raptos ocorreram.

Há séculos os assírios vivem em diversos vilarejos espalhados pelas margens do rio Kabhur, que faz a ligação entre áreas controladas pelos curdos e aquelas nas mãos dos jihadistas do EI. Segundo fontes locais, muitos civis já deixaram suas casas na margem sul do rio por conta dos confrontos. Uma milícia assíria também foi montada para defender os vilarejos.

As milícias sírias curdas voltaram a atacar os jihadistas no domingo passado, lançando duas ofensivas no nordeste da Síria. Elas contaram com o apoio de bombardeios aéreos realizados pelas forças aliadas, lideradas pelos Estados Unidos, e também das forças iraquianas peshmerga, que vêm realizando ataques em território dominado pelo EI perto da fronteira do Iraque com a Síria.

MSB/rtr/dpa/ap/sana

Leia mais