1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estado Islâmico" perde mais de um quarto de seu território no Iraque

Pentágono afirma que entre 25% e 30% da área sob domínio do grupo extremista no país foi recuperada, após ataques aéreos da coalizão internacional e das forças iraquianas. Na Síria, islamistas ganham terreno.

O grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) perdeu o controle de 25% a 30% do território sob seu domínio no Iraque, após ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos e pelas forças iraquianas, afirmou o Pentágono nesta segunda-feira (13/04).

Desde o ano passado, os islamistas tomaram uma grande área no norte e no oeste do país. Entretanto, o Pentágono afirmou que meses após o início dos ataques aéreos e a mobilização das Forças Armadas do Iraque, o território controlado pelo EI vem diminuindo.

"O EI está sendo lentamente forçado a recuar", afirmou o porta-voz do Pentágono, Steve Warren. "As forças de segurança iraquianas e a ofensiva aérea da coalizão infligiram, inquestionavelmente, alguns danos ao EI."

Warren estima que o EI tenha perdido em torno de 13 mil a 17 mil quilômetros quadrados do território qur controlava. Desde agosto passado, a coalizão internacional realizou ataques a 3.244 posições dos islamistas, 1.879 no Iraque e 1.365 na Síria. Os Estados Unidos foram responsáveis por cerca de 80% das investidas, segundo o Pentágono.

Os iraquianos anunciaram o início de uma aguardada ofensiva para recuperar a cidade de Mossul. Na Síria, o EI mantém sua influência. Apesar da perda de Kobane, na fronteira com a Turquia, a organização conseguiu ganhar terreno em Homs, Damasco e no

campo de refugiados em Yarmouk

, afirmou Warren.

O presidente americano, Barack Obama, reúne-se nesta terça-feira com o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, na Casa Branca.

RC/afp/lusa

Leia mais