1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estado Islâmico" mostra execução de 21 cristãos egípcios

Reféns foram decapitados trajando os já típicos macacões alaranjados alusivos a Guantánamo. Vídeo foi divulgado em site que apoia os jihadistas.

A organização terrorista "Estado Islâmico" (EI) divulgou neste domingo (15/02) mais um vídeo mostrando a decapitação de reféns. Dessa vez as vítimas são 21 cristãos coptas do Egito, sequestrados na Líbia.

Vestindo macacões alaranjados – na já notória alusão à prisão de Guantánamo, mantida pelo arqui-inimigo Estados Unidos –, os prisioneiros são forçados a se abaixar até o solo, antes de terem as cabeças decepadas. O vídeo apareceu no feed do Twitter de um website que apoia o EI.

Ao que tudo indica, o EI se encontra em plena campanha para conquistar o repúdio de todos aqueles que não acatem seus preceitos fundamentalistas.

No início de fevereiro, o grupo desencadeou uma onda de horror e indignação global, ao publicar um vídeo em que o jordaniano Muath al-Kasaesbeh, de 26 anos, é queimado vivo.

Mesmo sabendo-o morto, os jihadistas vinham cinicamente negociando a suposta libertação do piloto por uma terrorista iraquiana presa na Jordânia. Pouco antes, eles haviam decapitado um outro refém, o jornalista japonês Kenji Goto.

AV/ap/rtr/dpa

Leia mais