1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estado Islâmico" assume ataque a mesquita no Kuwait

Homem-bomba detona seus explosivos num templo xiita da capital do Kuwait, matando ao menos 25 pessoas e deixando mais de 200 feridas. Grupo ligado ao EI reivindica autoria.

O "Estado Islâmico" (EI) reivindicou a autoria do ataque suicida contra uma mesquita xiita na capital do Kuwait, nesta sexta-feira (26/06). Segundo números do Ministério do Interior, ao menos 25 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas quando um homem-bomba detonou seus explosivos.

O ataque foi conduzido por um membro do grupo Província de Najd, uma ramificação do EI na Arábia Saudita. Os extremistas afirmaram que a mesquita estava espalhando ensinamentos xiitas a muçulmanos sunitas. O EI, que é um grupo sunita radical, considera os xiitas hereges.

Kuwait Moschee Selbstmordattentat

Policiais em meio aos fiéis da mesquita

Segundo testemunhas, o atentado aconteceu durante a tradicional oração do meio-dia das sextas-feiras. Esse é o primeiro ataque a bomba numa mesquita xiita no Kuwait e o primeiro ataque terrorista no país desde janeiro de 2006.

No fim de maio, 20 pessoas morreram num ataque contra uma mesquita xiita no oeste da Arábia Saudita. O grupo Província de Najd também reivindicou a autoria do atentado suicida.

Na semana passada, o EI fez uma série de cinco explosões com carros-bomba contra mesquitas e escritórios do grupo rebelde xiita Houthi em Sanaa, a capital do Iêmen. Ao menos 31 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

KG/afp/efe/lusa

Leia mais