1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Estado Islâmico" ameaça EUA e Europa com novos ataques

Em vídeo com imagens de atentados em Paris, grupo extremista lança alerta a países que realizam ataques aéreos na Síria. Em contrapartida, grupo de hackers Anonymous declara guerra cibernética ao EI.

Num vídeo divulgado nesta segunda-feira (16/11), o "Estado Islâmico" (EI) advertiu países que vêm realizando ataques aéreos contra o grupo extremista na Síria. Os jihadistas afirmaram que esses países terão o mesmo destino que a França e ameaçaram atacar Washington.

O vídeo, de aproximadamente 11 minutos, começa com imagens de notícias sobre os ataques em Paris da última sexta-feira. "Dizemos aos Estados que participam da campanha de cruzada que vocês terão, se Deus quiser, um dia como o da França. E, por Deus, como atingimos a França em seu centro, Paris, juramos que vamos atacar a América em seu centro, Washington", afirma um homem que aparece identificado como Al Ghareeb, o Argelino.

Os jihadistas também ameaçaram a Europa. "Digo aos países europeus que estamos chegando. Indo com armadilhas e explosivos, chegando com cintos explosivos e silenciadores [de armas], e vocês serão incapazes de nos deter, porque hoje somos muito mais fortes do que antes", diz Al Ghareeb.

Não foi possível identificar imediatamente a autenticidade do vídeo, que aparentemente teria sido produzido por combatentes do EI na província iraquiana de Salah-ad-Din, ao norte de Bagdá. Ele foi divulgado num site usado pelo EI para postar suas mensagens.

Aparentemente em referências às conversações internacionais sobre o conflito sírio, outro jihadista, identificado como Al Karrar, o Iraquiano, declara ao presidente da França, François Hollande, que o grupo decidiu negociar "nas trincheiras e não em hotéis".

Um dia após os ataques em Paris, Hollande classificou os atentados como "ato de guerra" e ressaltou que não iria parar com os ataques aéreos contra o "Estado Islâmico" na Síria e no Iraque.

Guerra virtual

Em resposta aos atentados de Paris, hackers do grupo Anonymous afirmaram que estão se preparando para realizar uma série de ataques cibernéticos ao "Estado Islâmico".

Num vídeo divulgado nesta segunda-feira, um homem usando uma máscara de Guy Fawkes chamou os jihadistas do EI de "vermes" e disse que eles serão perseguidos.

"Esses ataques não ficaram impunes. Vamos lançar a maior operação contra vocês. Esperem muitos ataques cibernéticos. A guerra foi declarada. Preparem-se. Não perdoaremos e não esqueceremos", afirmou o hacker, em francês.

CN/rtr/dpa

Leia mais