1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

"Estado Islâmico" ameaça Alemanha com atentado

Em vídeo, combatentes do "Estado Islâmico" prometem se vingar da Alemanha pela participação na luta contra os extremistas. Homens pedem a jihadistas que promovam ataques em solo alemão.

Dois combatentes do grupo extremista "Estado Islâmico" (EI) ameaçaram a Alemanha com atentados em um vídeo de cinco minutos divulgado na internet nesta quarta-feira (05/08). Os militantes dirigiram-se também à chanceler federal alemã Angela Merkel e prometeram vingança devido ao apoio alemão no combate aos jihadistas.

No vídeo, os homens falando em alemão pediram aos "irmãos e irmãs" que se juntassem aos extremistas na Síria e no Iraque, e, se caso não isso for possível, eles deveriam atacar os "infieis" em suas casas na Alemanha e na Áustria. As imagens foram gravadas nas ruínas da cidade antiga de Palmira, na Síria.

Os jihadistas aparecem vestindo uniformes camuflados. Um dos homens jurou a Merkel que os terroristas irão se vingar pelo apoio do governo alemão na luta contra os extremistas e pela presença da Bundeswehr (Forças Armadas da Alemanha) no Afeganistão. No final do vídeo, os combatentes mataram a tiros dois homens não identificados que estavam ajoelhados no chão.

Segundo o site alemão de notícias Spiegel Online, o aparente líder no vídeo foi identificado com Mohamed Mahmoud, um austríaco de 30 anos que já foi condenado por propaganda islamista. Ele é companheiro do rapper berlinense

Denis Cuspert

, um dos garoto-propaganda do grupo radical.

O segundo homem que identificou-se no vídeo como Abu Omar al-Almani apareceu afirmando que o jihadismo é como sair de férias. "Nós estamos em uma das regiões mais bonitas da Síria", disse. Estima-se que cerca de 600 alemães se juntaram aos extremistas do EI na Síria.

CN/afp/ots

Leia mais