1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Estádios ferventes no Vale do Ruhr

Lotação esgotada no Ruhrstadion e no Westfalenstadion, neste fim de semana. Bochum recebe Hansa, outra zebra. Dortmund tem clássico regional com Schalke. Bayern de Munique idem em Nurembergue.

default

Westfalenstadion, palco do clássico do Ruhr entre Borussia Dortmund e Schalke

As caldeiras das siderúrgicas do Vale do Ruhr vêm, há décadas, esfriando. A temperatura em seus estádios, não. Em particular neste fim de semana, eles têm tudo para se transformarem em caldeirões ferventes. No Westfalenstadion, o Borussia Dortmund disputa seu segundo clássico regional seguido, desta vez contra o Schalke. Após o empate sem gols em Bochum, o campeão alemão espera recuperar no sábado pontos contra um adversário teoricamente mais difícil.

E bota difícil nisto. Desde a transferência de Möller do Borussia para o Schalke, em 2000, os visitantes de Gelsenkirchen perderam o respeito pelos anfitriões. Há sete jogos, o time de Dortmund não vence o adversário. O campeão alemão comemora o reforço de sua defesa com o retorno do zagueiro Wörns, parado desde antes da Copa do Mundo devido a uma cirurgia. Por outro lado, o Schalke contará com a volta de Mpenza (que ao lado de Sand faz uma das mais eficientes duplas de ataque da Alemanha), do armador Möller, do capitão Waldoch e do também atacante Agali.

A 30 quilômetros dali, os torcedores do Bochum também lotarão o Ruhrstadion. No domingo, o líder surpresa do Campeonato Alemão receberá o Hansa Rostock, outra zebra da temporada, na terceira colocação na tabela. Egresso da segunda divisão, o Bochum poderá contar mais uma vez com sua equipe completa, liderada pelo veterano capitão Dariusz Wosz.

Na Baviera, o Bayern de Munique tem agendado no sábado igualmente seu segundo clássico regional consecutivo. Após dar um show sobre o 1860 Munique, o recordista de títulos da Alemanha tem vitória praticamente garantida em Nurembergue. "Se for pra jogar como na derrota de 4 a 1 para o Werder Bremen, nem precisamos entrar em campo", joga a toalha Klaus Augenthaler, técnico do Nürnberg.

O clima é similar no Hannover 96. O lanterna da Bundesliga, que só perdeu até agora, não alimenta qualquer esperança de sair com sequer ponto do BayArena, onde enfrentará o vice-campeão alemão, Bayer Leverkusen. A equipe de Lúcio, por sua vez, quer aproveitar a oportunidade para embalar, depois da primeira vitória no campeonato na rodada anterior.

Leia mais