1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Espanha vira em Stuttgart e garante vaga na segunda fase

"Fúria" começa perdendo para a Tunísia, derruba sistema de marcação africano, faz 3 a 1 e agora depende de empate para ficar com a primeira posição do grupo H.

default

Torres marcou dois

Com um segundo tempo praticamente perfeito, a Espanha conseguiu virar o placar sobre a Tunísia para 3 a 1 nesta segunda-feira (19/6), em Stuttgart, chegar aos seis pontos e assim garantir a sua vaga nas oitavas-de-final da Copa do Mundo.

A equipe enfrenta a Arábia Saudita no dia 23, em Kaiserslautern, e precisa de um empate para ficar com a primeira posição do grupo H. O árabes têm apenas um ponto, assim como a Tunísia, que mede forças com a Ucrânia (três pontos) no mesmo dia.

A partida em Stuttgart começou perigosa para os espanhóis, que levaram um gol logo aos sete minutos do primeiro tempo. Pernía e Puyol falharam na marcação pelo lado esquerdo, permitiram a infiltração do ataque tunisiano e Mnari precisou chutar duas vezes para vencer Casillas e fazer 1 a 0.

O duelo teve domínio espanhol até o final, desde então. Até o intervalo ele foi marcado pela atuação do bom sistema de marcação dos africanos. Mas na etapa complementar, com as entradas de Fabregas, Joaquin e Raul, este cenário mudou.

O jovem volante Fabregas foi um dos destaques do confronto. Aos 25 minutos ele chutou forte, Boumnijel defendeu e Raul, no rebote, fez 1 a 1. Cinco minutos depois, o jogador fez bela assistência para Torres driblar o goleiro e virar o placar.

Fabregas voltou a deixar Torres na cara do gol aos 43 minutos, mas o centroavante perdeu a oportunidade. Aos 45, porém, de pênalti, ele faria 3 a 1 e fecharia o marcador em Stuttgart.

ESPANHA 3 x 1 TUNÍSIA

Espanha

Casillas ; Sergio Ramos, Pablo, Puyol e Pernía; Marcos Senna (Fabregas), Xabi Alonso, Xavi e Luis García (Raul); Torres e Villa (Joaquin)

Técnico: Luis Aragonés

Tunísia

Boumnijel; Trabelsi, Jaidi, Haggui e Ayari (Yahia); Mnari, Nafti, Bouazizi (Ghodhbane), Chedli (Guemamdia) e Namouchi; Jaziri

Técnico: Roger Lemerre

Data: 19/6/2006 (Segunda-feira)

Local: Gottlieb-Daimler Stadion, em Stuttgart

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Brasil)

Auxiliares: Ednílson Corona e Aristeu Tavares (ambos brasileiros)

Cartões amarelos: Puyol, Fabregas (E); Ayari, Trabelsi, Jaidi, Guemamdia, Jaziri, Mnari (T)

Gols: Mnari (T), aos 7min do primeiro tempo; Raul (E), aos 25min, Torres (E), aos 30min e aos 45min do segundo tempo

Leia mais