1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Espanha prende três suspeitos de ligação com EI

Segundo Ministério do Interior, marroquinos residentes em Madri estariam planejando agir na Espanha, e não viajar ao Iraque ou à Síria para se juntar ao "Estado Islâmico", como muitos outros detidos.

Três marroquinos suspeitos de ligação com o grupo extremista "Estado Islâmico" (EI) foram presos nesta terça-feira (03/11) em Madri. Autoridades da capital espanhola afirmaram ter agido rapidamente para efetuar as detenções por temerem que os suspeitos estivessem preparando um ataque na Espanha.

Os três homens – com residência legal na Espanha e idade entre 26 e 29 anos – foram detidos na mdrugada durante uma batida em Madri e num subúrbio da cidade, disse o Ministério do Interior espanhol em comunicado.

O ministério não informou se os três já haviam escolhido um alvo ou se armas foram apreendidas, mas descreveu os homens como suspeitos de alto risco, que foram "extremamente radicalizados". As autoridades teriam detectado "total disposição deles para agir e perpetrar ataques terroristas".

A polícia espanhola prendeu cerca de 50 supostos militantes e recrutadores de jihadistas neste ano. No entanto, o ministro do Interior, Jorge Fernandez Dias, disse que as prisões desta terça-feira são diferentes, porque os suspeitos não estavam tentando ir para a Síria ou o Iraque ou recrutar outros para fazê-lo, como a maioria dos detidos. Os três homens teriam como "objetivo atuar na Espanha".

Segundo o Ministério do Interior, 131 pessoas deixaram a Espanha para se juntar ao "Estado Islâmico" nos últimos anos. Em agosto deste ano, um marroquino com residência na Espanha tentou executar um ataque num trem de alta velocidade que viajava de Amsterdã a Paris.

LPF/ap/afp

Leia mais