1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Espanha nas semifinais da Euro após vitória sem brilho contra França

Espanhóis dominaram o jogo e derrotaram franceses por 2 a 0. A partida, porém, decorreu sem grandes emoções ou demonstrações da perfeição espanhola vista na última Copa do Mundo.

Com uma vitória merecida, mas nada espetacular sobre a França por 2 a 0, a Espanha classificou-se para as semifinais da Eurocopa na noite deste sábado (23/06). Ambos os gols diante dos 45 mil espectadores no estádio de Donetsk, na Ucrânia, foram marcados pelo craque Xabi Alonso – aos 19 minutos do primeiro tempo, e de pênalti na prorrogação.

A seleção espanhola – campeã mundial e europeia – dominou o jogo desde o início, buscando insistentemente o caminho para o gol. Os franceses estavam bem estruturados na defesa e, durante algum tempo, assistiram com tranquilidade às tentativas de ataque dos espanhóis. Porém, a calma chegaria ao fim aos 19 minutos de partida. Andres Iniesta passou a bola para o lateral-esquerdo Jordi Alba, que avançou em direção à linha de fundo. Alonso surgiu com toda a velocidade e cabeceou em cheio a 13 metros de distância – 1 a 0 para a Espanha.

O gol serviu de alarme para a França, agora forçada a atacar mais. Mas os lances de risco demoraram a acontecer. Finalmente, os franceses cobraram uma falta a 25 metros de distância em direção ao gol. Mas o goleiro e capitão da equipe espanhola, Iker Casillas, salvou o lance.

Os espanhóis construíam suas jogadas de ataque sem pressa e tiveram outra oportunidade de gol. Entretanto, o placar e a superioridade sem brilho da Espanha mantiveram-se até o intervalo.

França corre atrás do prejuízo

No segundo tempo, os franceses passaram a dar mais de si. A atuação no meio de campo claramente com mais agressiva do que na primeira metade do jogo, no entanto, não resultou em mais oportunidades de gol.

UEFA EURO 2012 Viertelfinale Spanien vs Frankreich Tor Xabi

Goleiro francês Hugo Lloris tenta defender lance de cabeça de Alonso

Apesar de a defesa espanhola dar algumas brechas e nem sempre se mostrar competente, a França não chegou a representar um verdadeiro perigo. Somente no 15º minuto do segundo tempo, Mathieu Debuchy cabeceou após um passe de Ribery, mas a bola passou por cima do travessão.

O jogo ganhou mais abertura e um pouco mais de emoção. Os ataques dos espanhóis ficaram mais perigosos. Assim como os da França: Ribery confundia os adversários com seus dribles. No 26° minuto, o francês que joga pelo Bayern de Munique entrou na área, mas o goleiro Casillas chegou primeiro à bola.

Embora os franceses tenham ficado cada vez mais ofensivos, os espanhóis continuaram a dominar a partida. No 90º minuto, o reserva Pedro Rodríguez só foi detido com uma falta na grande área. Alonso cobrou o pênalti e marcou o segundo gol da vitória espanhola.

No entanto, houve poucas amostras do futebol característico dos campeões mundiais. Passes curtos e posse de bola constante foram a marca registrada dos espanhóis na Copa de 2010. Agora, porém, eles estão longe daquela perfeição.

Nas semifinais, a Espanha enfrentará Portugal na próxima quarta-feira (27/06), mais uma vez em Donetsk, na Ucrânia.

Autor: Calle Kops (lpf)
Revisão: Augusto Valente

Leia mais