1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Escultura de marfim de 35 mil anos é encontrada na Alemanha

A mais antiga escultura intacta feita por um ser humano foi descoberta na caverna de Vogelherd, na Alemanha. A peça tem pelo menos 35 mil anos.

default

A miniatura tem quatro centímetros de altura e pesa 7,5 gramas

Arqueólogos da Universidade de Tübingen encontraram na caverna de Vogelherd, localizada no sudoeste do país, a mais antiga escultura intacta feita por um ser humano. A peça, uma miniatura de quatro centímetros feita em marfim e com o formato de um mamute, tem pelo menos 35 mil anos.

Além dela, foram encontradas outras quatro esculturas também de marfim, que datam da mesma época, entre elas uma figura de leão. "Os achados fazem parte dos exemplares mais antigos e notáveis de esculturas da Idade do Gelo", disse um porta-voz da Universidade de Tübingen.

A última Idade do Gelo, de 40 mil a 14 mil anos a.C, foi uma época de grande desenvolvimento cultural. Nesse período, não apenas surgiram as primeiras esculturas, mas também foram fabricados os primeiros instrumentos musicais conhecidos.

Projeto da Universidade de Tübingen

Tier oder Phallus?

Outro artefato peça também da Idade do Gelo encontrada na região

A descoberta das peças é resultado de um projeto do paleontólogo Nicholas Conard, iniciado em 2005 e com término previsto para 2009. Estudantes da Universidade de Tübingen retiraram 120 mil litros de terra da caverna e os peneiraram em busca de artefatos arqueológicos.

"Com o achado, foram superadas todas as nossas expectativas", disse Conard. Ele explica ainda que a peça foi fabricada a partir do dente canino de um mamute e se destaca "pela delicadeza da imagem, com um pequeno rabo pontiagudo, pernas fortes e uma trompa delicadamente inclinada".

Várias peças encontradas na região

Archäologen bei der Arbeit

Cerca de 112 mil litros de terra foram retirados da caverna de Vogelherd durante o projeto

Com estas descobertas, chega a 26 o número de esculturas retiradas de quatro cavernas da região. Entre as peças, encontram-se várias representações de mamutes, um rinoceronte, um cavalo selvagem e uma ave aquática, assim como duas peças que misturam a forma de um leão com a de um rosto humano.

As esculturas serão expostas a partir do dia 24 de junho no Museu da Pré-história de Blaubeuren e em 2009 farão parte de uma exposição em Stuttgart. (vn)

Leia mais