1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

ESCRAVOS MODERNOS

Escravidão moderna, Blair e Schröder, exposição no Centrum Judaicum, clonagem e protonterapia foram os temas que nossos usuários comentaram esta semana.

default

Lamento reconhecer que não foi surpresa para mim saber que na "grande" Alemanha também existem escravos modernos. O escravo moderno é fruto e cria do capitalismo, que elegeu o dinheiro como seu deus único e ao qual jurou amor eterno. Em seu nome, o homem de hoje mata, humilha, corrompe e subjuga seu semelhante. O que a humanidade espera e anseia é pela volta da solidariedade humana e da verdadeira democracia que, antes de tudo, deve ser muito mais solidária e social na distribuição das riquezas do que uma simples gestora de leis para a eleição de grupos mancomunados, cuja pretensão única é a de dominar o mundo em seu nome.
Jose Rocha Gomes

Minha resposta deveria ser "sim", mas estranhamente é "não". Não me surpreende que a Alemanha tenha trabalho escravo, pois é um dos países mais desenvolvidos da atualidade e possui uma excelente qualidade de vida, tornando-se extremamente atraente e facilitando o tráfico humano, pois qualquer proposta para trabalhar neste país torna-se tentadora, e a corrupção existe em qualquer lugar.
João

Trabalho escravo na Alemanha não é surpresa alguma para mim. Quando eu estava cursando faculdade (sou formada em Relações Internacionais), cheguei a estudar alguma coisa a respeito disso. Os outros paises desenvolvidos poderiam pensar melhor sobre trabalho escravo moderno. Pois, quem sabe, analisando o caso da Alemanha (que é um caso um pouco mais difícil do que o nosso), eles podem aos poucos solucionar o nosso trabalho escravo "pré-histórico"!

Camila

Não só na Alemanha, mas qualquer tipo de escravidão deve ser combatida com políticas sociais que superem essas desigualdades entre países. Esse fato é certamente um problema que ocorre também em outros países da comunidade européia. O governo alemão deve combater esta escravidão para que outros países promovam sua igualdade social e econômica, principalmente os países do Leste Europeu, que sofrem com a ilusão do capital fácil.

Carlos Potengy B.Ribeiro

O "trabalho forçado" na Alemanha, pelo menos o industrial, é para mim uma surpresa. Porém, a alienação do trabalho, como a descreveu Karl Marx, não deve ser surpresa para ninguém em nenhum lugar do mundo.

Carlos Eugenio Sehnem

ROSTOS PERDIDOS DE AUSCHWITZ

Não tinha conhecimento destas obras. Magnífico é o ser humano, que pode suportar tudo e, mesmo assim, no sofrimento, encontra forças para expandir sua arte. Muito obrigado pelo exemplo.
Marcos Archiviti

Nas pinturas vemos claramente todo o horror e apatia que a Shoa nos causou. Temos nestas pinturas muito bem retratados a dor, o sofrimento e o horror da guerra. Em muitas delas, temos também um momento de fuga, esperança de que aquilo que estamos vendo talvez não seja um mundo real, e sim um pesadelo do qual iremos acordar. Infelizmente não era um pesadelo e sim a realidade, e com essas pinturas nos apegamos a um fio de esperança. Shalom!

Luiz Alberto B. Franco

Antes de mais nada, gostaria de parabenizar por esta atitude e por tantas outras tomadas pela comunidade alemã para preservar a memória deste momento histórico tão pesado a todos, principalmente aos judeus. Nada que fizermos poderá diminuir o peso e a dor causada aos milhões que sofreram e ainda sofrem, porém isso nos serve como um alerta para que isso jamais se repita, seja na Europa, Oriente Médio, América, Ásia...

Leonel Amaral

TONY BLAIR E GERHARD SCHRÖDER

A análise feita pelo sociólogo sobre os dois governos poder ser tranqüilamente estendida aos demais governos que politicamente se enquadram no perfil de partido "trabalhista". Arautos de uma nova esquerda, moderada e pragmática, governos europeus e latino-americanos vêm sendo assolados por críticas ideológicas extremamente sérias. A chamada "terceira via", tão propagada por alguns ideólogos de esquerda, vem mostrando um discurso dissonante entre teoria e prática. Essa discrepância é mostrada a partir da similaridade das políticas internas e externas que são adotadas pelos seus representantes no governo. O eleitorado espera da esquerda um diferencial nas políticas públicas adotadas por partidos de direita, que seguem de cor e salteado a cartilha neoliberal. Qual então é a surpresa do eleitor ao verificar que as ações estão sendo configuradas na mesma forma que seus opositores de direita.
O sociólogo lembra bem o episódio da participação do Reino Unido na guerra do Iraque, bem como a crise econômica pela qual passa a Alemanha. Podemos apontar contradições no atual governo brasileiro, que tenta implantar pacotes de reformas na área trabalhista, sindical e universitária, que podem retirar as poucas conquistas do trabalhador e beneficiar empresários. Essas medidas vindas de um governo dito de esquerda causam perplexidade nos seus eleitores mais fiéis. Ainda mais quando esse mesmo governo segue a cartilha de ajustes propostas pelo FMI, aumentando o superávit primário a partir de uma exorbitante taxa de juros, arrocho salarial e carga excessiva de impostos. O uso dessa metodologia indicada pelo FMI é reconhecido pela comunidade acadêmica, e até mesmo por alguns dirigentes do próprio fundo, como sendo rescessivo e prejudical a produção e ao desenvolvimento. Estamos dentro de uma crise de paradigmas, envolvendo não só a esquerda, onde os mais radicais têm Cuba como modelo de paraíso na Terra, como também a direita, que se mostra ineficiente aos anseios da população. A similaridade entre os governos da Alemanha, Reino Unido e Brasil é mais próxima do que se imagina.

Erick Schunig

INTERNET E VÍCIO

Todos que navegam na internet correm este risco. De minha parte, estabeleci alguns limites e procuro cumpri-los. Faço várias pausas durante o tempo que utilizo a internet. Nos períodos de pausa, faço alguns exercícios de relaxamento, exercícios respiratórios e também procuro realizar outras atividades. O que mais tem me auxiliado a manter o equilíbrio orgânico e emocional é a prática regular de atividade física. Sem exagero, mas com disciplina. Também procuro manter uma alimentação equilibrada, conforme os princípios da moderna nutrição.

Nelson Nalini

CLONAGEM HUMANA

Eu acho que é altamente positivo criar as condições necessárias para se realizar este tipo de pesquisa com as células-tronco. Depois de aperfeiçoada esta técnica, creio que se poderá auxiliar muitas pessoas enfermas, que se não fosse os recursos nesta área de pesquisa, não conseguiriam encontrar a cura para as suas enfermidades.Também acho da maior importância na realização destas pesquisas acatar os pareceres da Comissão Nacional de Ética. Tenho lido algumas reportagens sobre células-tronco e creio que as pesquisas neste campo são da maior importância, mas as mesmas devem ser realizadas com muito cuidado e com critério. Creio que o futuro comprovará a grande importância destas pesquisas e o grande benefício que as mesmas trarão no combate a várias enfermidades. Parabéns pelas reportagens sobre as células-tronco e clonagem humana.

Nelson Nalini

PROTONTERAPIA

Sou professor de Física e Química no ensino médio de São Paulo e na minha opinião as pesquisas com prótons no combate ao câncer devem continuar, principalmente por um país como a Alemanha, que tem tecnologia para isto e gasta dinheiro com saúde de maneira honesta. Vou comentar esse assunto com meus alunos.

Rogério Barletta de Campos