1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Escalar prédios vira moda entre jovens russos

O verão é a estação dos "roofers": jovens escalam prédios altos sem a menor segurança, para registrar o momento numa foto. O "roofing" é tendência popularizada pelas redes sociais, principalmente na Rússia e na Ucrânia.

Para Artyom Monakhov, jovem de 20 anos, de Moscou, a escalada dos mais de 300 metros a que chegam os tirantes de aço da ponte da ilha Russky, em Vladivostok, foi sua melhor façanha até agora. O fotógrafo profissional e "roofer" (alpinista de prédios) também já galgou as cobertas de palácios em São Petersburgo, como também balançou seus pés sobre os arranha-céus de Moscow City, distrito comercial da capital russa. Uma perspectiva que lhe agrada: a vista lá de cima se estende por todo o centro, e os automóveis nas ruas parecem do tamanho de carrinhos de brinquedo.

Tal prodígio, que também pode ser classificado como uma forma de esporte radical, atende pelo nome de roofing. É uma modalidade de esporte bastante popular na Rússia e na Ucrânia. A origem da palavra vem do termo em inglês para cobertura, coberta, telhado. No "roofing", jovens escalam, sem a menor segurança, altos edifícios, pontes, arranha-céus ou torres de igrejas. Ali, eles tiram fotografias ou fazem vídeos de si mesmo e os publicam nas redes sociais.

Ao mesmo tempo, trata-se de uma aventura arriscada, que envolve o risco permanente da queda. "Mas é justamente isso que faz o roofing atraente para muitas pessoas", explica o psicólogo do esporte Sebastian Reinold: "O encanto advém do jogo com a morte."

Comunidade na rede

Russland Roofer Artjom Monachow

Artyom Monakhov na cobertura de um prédio: êxitos fotografados

A moda do roofing vem da Rússia, onde há uma grande comunidade de jovens, que se reúne principalmente através das mídias sociais. O verão é a principal estação dos alpinistas urbanos. No Facebook, Instagram ou no popular VKontakte, espécie de Facebook russo, são postados diariamente novas fotos e vídeos onde jovens russos documentam tanto a vista espetacular dos arranha-céus quanto a sua ousadia – nada para os que sofrem dos nervos ou de acrofobia. Muitos dos roofers possuem uma grande legião de fãs na internet.

O roofing é parte da tendência da chamada "exploração urbana", ou seja, a exploração privada do espaço urbano. Na Rússia, em cidades como Moscou e São Petersburgo, há muitos edifícios altos, a partir dos quais o alpinista pode desfrutar vistas fascinantes que se estendem por grandes distâncias. O mesmo se aplica a Kiev, na Ucrânia. No portal russo VKontakte, o Grupo Roofer possui mais de 18 mil membros, entre eles, muitos roofers e simpatizantes do esporte. Em diversas metrópoles russas, também existem comunidades com milhares de seguidores. Tais grupos estão cientes do perigo: eles alertam com "atenção, perigo" ou acrescentam "18+" ao nome de seus grupos.

"O perigo nos acompanha constantemente", postou Artyom ao lado de um smiley, um emoticon com um sorriso, ou seja, o risco lhe agrada. Mas a emoção não é o único motivo por trás dos ousados passeios de escalada radical de Artyom. As fotos do jovem de 20 anos não são somente uma prova de que um determinado arranha-céu foi escalado com sucesso. Além de especiais e raras, elas são belas, são pequenas obras de arte. "Faço isso simplesmente porque gosto", afirma Artyom, pouco impressionado com o risco de vida de seu passatempo. "Adrenalina, as fotos e a popularidade, tudo isso faz parte."

Até agora, mais de 80 mil pessoas seguem Artyom no Instagram. Isso parece muito, mas o sucesso vai ainda mais longe: o russo Vadim Makhorov e o ucraniano Vitaly Raskalov já são conhecidos mundialmente com seu blog On the roofs. Até agora, a maior proeza deles foi em maio deste ano, quando escalaram a Torre de Xangai. Localizada na cidade chinesa de Shenzhen, a torre é o segundo maior arranha-céu do mundo, com 600 metros de altura.

O

vídeo

sobre a escalada foi visto mais de 44 milhões de vezes no YouTube. Esses dois roofers também iniciaram a sua carreira na Rússia e na Ucrânia.

Russland Roofer Artjom Monachow

Ações de 'roofers' são consideradas por eles pequenas obras de arte

Nenhuma crítica social

Em geral, os roofers são apolíticos. Por trás de suas ações ousadas não existe crítica social alguma. "Por esse motivo o roofing é tolerado", explica o sociólogo da cultura Christian Fröhlich. A única exceção conhecida foi a ação patriótica do roofer ucraniano Mustang Wanted, que posicionou uma estrela pintada com as cores azul e amarelo e, na ponta, uma bandeira da Ucrânia sobre um arranha-céu moscovita. Segundo Fröhlich, numa cena marcada por uma atitude apolítica, "foi o pior que poderia ter acontecido". Pois tal ação fez com que os roofers se tornassem realmente visíveis para os órgãos de segurança. Atualmente, em Moscou, está em andamento um processo judicial contra cinco jovens russos, que foram presos na esteira da ação do alpinista urbano ucraniano. No entanto, os réus rejeitam os motivos políticos alegados pelas autoridades.

Isso, no entanto, ainda é uma exceção. O escalador radical Alexey Strokolis relata que, na Rússia, não há penalidades para roofers. "Somente o acesso aos telhados estaria, obviamente, fechado", explica Strokolis. Ele diz, ainda, que também existe um parágrafo sobre "intrusão em área protegida", o que é passível de multa de somente 300 rublos (por volta de 15 reais). Na Alemanha, segundo o sociólogo da cultura Fröhlich, a situação é diferente. Ali, um roofer pode ser processado por invasão de propriedade, o que pode levar a uma multa maior em dinheiro ou a uma pena de reclusão de até um ano.

De qualquer forma, ninguém se importa muito com as diretrizes existentes na Rússia. "As medidas de segurança são mais frouxas e, simplesmente, determinadas leis não são levadas a sério", afirma a teórica da cultura Christine Grillborzer, do Simpósio de Eslavística da Universidade de Freiburg.

Em vez disso, o roofer Artyom Monakhov diz ansiar por leis claras, que lhe possibilitem um acesso legal às coberturas, especialmente para fotografar e filmar. Mas Monakhov não fica parado esperando. Recentemente, ele postou novas fotos de seus alucinantes passeios no

Instagram

.

Leia mais

Links externos