1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Escândalo do lixo respinga em 38 membros do SPD

A Promotoria Pública de Colônia pediu, nesta segunda-feira (8), a suspensão da imunidade parlamentar de um deputado federal e dois deputados estaduais do Partido Social Democrático (SPD), acusados de sonegação do imposto de renda, fraude e desvio de recursos públicos.

Pelo menos 38 membros do SPD de Colônia estão sendo investigados por suposto envolvimento no chamado escândalo do lixo. Eles teriam obtido do diretório municipal do partido, entre 1994 e 1999, recibos no valor de 350 mil marcos, por doações fingidas. Em parte, esses recibos teriam sido usados pelos políticos para conseguir abatimentos no imposto de renda. A origem e o destino do dinheiro ainda continuam obscuros.

Na manhã desta segunda-feira (8), prosseguiu o interrogatório o ex-gerente da empresa Steinmüller, Sigfrid Michelfelder, um dos principais suspeitos no escândalo do lixo. A Promotoria Pública espera receber dele informações detalhadas sobre o suposto pagamento de suborno para a construção do imenso incinerador de lixo de Colônia.