Escândalo de evasão fiscal envolve celebridades e políticos de vários países | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 04.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Escândalo de evasão fiscal envolve celebridades e políticos de vários países

Um esquema de evasão fiscal com empresas de fachada foi denunciado pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos. O "Panamá Papers" envolve personalidades internacionais.

Assistir ao vídeo 02:15
Ao vivo agora
02:15 min

As maiores prestadoras de serviços para empresas de fachada estão no Panamá. O escritório de advogados Mossack Fonseca é uma delas. Conforme dados do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, a empresa ofereceu a personalidades e políticos a possibilidade de esconderem suas fortunas e se manterem anônimas.O esquema foi batizado de "Panamá Papers". Entre os beneficiados estariam o presidente russo Vladimir Putin, o primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur David Gunnlaugsson, o presidente Petro Proschenko e o ex-primeiro-ministro Pavlo Lazarenko, da Ucrânia, Maurício Macri, da Argentina, e rei da Arábia Saudita Abdualziz Al Saud.