1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Equipes concluem resgate de destroços do voo 4U-9525

Cerca de um mês após a queda, equipes finalizam nos Alpes franceses a recuperação dos fragmentos da aeronave da Germanwings. Descontaminação do solo, porém, será processo mais demorado.

A polícia francesa afirmou nesta segunda-feira (20/04) que a operação de resgate dos destroços do avião da Germanwings foi concluída, cerca de um mês após a queda do Airbus 320 da companhia aérea nos Alpes franceses.

"O processo de coleta de todos os destroços foi concluída. Agora estamos entrando na fase de descontaminação", afirmou o capitão Benoit Zeisser, da força militar, no vilarejo francês de Seyne-les-Alpes.

Ele disse que os fragmentos pulverizados do Airbus 320 estavam sendo armazenados em um depósito próximo ao local do acidente. A coleta dos destroços durou cerca de duas semanas, mas a descontaminação da área, nos Alpes franceses, deverá ser um processo mais longo.

Em primeiro lugar, os especialistas deverão analisar quais as partes do solo foram contaminadas por substâncias tóxicas, como o querosene de aviação. De acordo com o representante da Lufthansa Carsten Hernig, havia quatro toneladas de combustível a bordo do avião.

"Nosso objetivo é completar todas os trabalhos antes de o inverno chegar, porque depois a neve vai tornar qualquer operação impossível", afirmou Hernig ao jornal francês Le Figaro.

Todas as 150 pessoas a bordo do voo 4U-9525, que fazia a rota em 24 de março entre Barcelona e Düsseldorf, morreram na queda. Investigadores acreditam que o copiloto Andreas Lubitz, que tinha um histórico de depressão, derrubou o avião de forma deliberada após deixar o comandante do lado de fora da cabine de pilotos.

FC/dpa/afp/rtr

Leia mais