1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Equipe alemã de revezamento bate recorde mundial duas vezes em um dia

Mesmo sem várias de suas estrelas, Alemanha conquista uma medalha de ouro e três de prata na abertura do Campeonato Europeu de Piscina Curta, em Antuérpia.

default

A equipe alemã de revezamento

A natação alemã mostrou no primeiro dia do Campeonato Europeu de Piscina Curta que também pode brilhar sem suas principais estrelas. Em Antuérpia (Bélgica), a equipe masculina de revezamento 4x50 metros medley quebrou duas vezes seguidas o recorde mundial da prova e faturou a medalha de ouro. Além desta, mais três de prata ornamentaram pescoços alemães nesta quinta-feira.

Na prova eliminatória dos 4x50 metros, Stev Theloke, Mark Wernecke, Thomas Rupprath e Carsten Dehmlow baixaram em 37 centésimos o recorde anterior, que já durava três anos. Alçados ao favoritismo absoluto, o quarteto não relaxou na final e reduziu novamente a marca em mais 36 centésimos, completando o total de 200 metros em 1min34s78. "Quebrar o recorde era uma meta para a parte da tarde (prova final). Mas com isto realizado já de manhã, a pressão esvaiu-se e os garotos não precisavam mais tentar reduzi-lo", comentou Ralf Beckmann, treinador da equipe.

Pratas alemãs – Uma das medalhas de prata foi arrebatada por Jörg Hoffmann. Aos 31 anos, o vovô da natação alemã chegou em segundo nos 400 metros livres, com 3min42s09, num sensacional retorno às disputas internacionais. Hoffmann esteve parado durante um ano e meio, tendo voltado a competir no Campeonato Alemão há duas semanas. O nadador, porém, não ficou satisfeito. "Se eu soubesse que o Brembilla (italiano, vencedor da prova) tinha arrancado na última raia, eu teria acelerado mais cedo", afirma.

Nicole Hetzer igualmente tornou-se vice-campeã européia, ao bater o mais antigo recorde alemão. Nos 200 metros medley, Hetzer baixou em 90 centésimos (2min09s70) a marca de Petra Schneider, registrada em janeiro de 1982. "Eu me sentia muito bem, mas não contava que terminaria com um 9 antes da vírgula", declarou a nadadora.

Outro recorde mundial – A terceira medalha de prata foi conquistada por Janne Schäfer, que nadou os 50 metros peito em 30s92, outro novo recorde alemão. "No fundo, fazer menos de 31s não passava de uma vã esperança", disse Schäfer, da mesma forma surpresa com sua façanha. Na mesma prova, a sueca Emma Igelström igualou o recorde mundial das chinesas Xuejuan Luo e Wei Li, ao completar o percurso em 30s56.

Sem participar da competição, Sandra Völker perdeu nesta quinta-feira seu recorde europeu nos 100 metros costas. Na semifinal da prova, a tcheca Ilona Hlavackova superou a marca da alemã em 7 centésimos de segundo.