1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Energia é tema de Merkel e Putin na Sibéria

A chanceler federal Angela Merkel está em Tomsk, na Sibéria, para falar com o presidente russo Vladimir Putin. Na pauta do tradicional encontro entre os dois chefes de governo está também a questão nuclear no Irã.

default

Os líderes dos dois países debatem temas econômicos, principalmente do setor energético

Uma conversa entre a chanceler federal Angela Merkel e o presidente Vladimir Putin deu início ao 8º encontro de cúpula entre Alemanha e Rússia. O encontro ocorre na universidade de Tomsk e é o primeiro desse tipo desde o início do governo da grande coalizão em Berlim.

Merkel viajou acompanhada por uma comitiva de mais de 150 pessoas, entre elas oito ministros de seu gabinete e 20 executivos de grandes empresas alemãs. Devem ser assinados diversos acordos entre empresas alemãs e russas nos próximos dias. A Alemanha é o principal parceiro econômico da Rússia.

Irã

O principal tema político do encontro é a questão nuclear no Irã. No dia seguinte ao final da reunião, encerra-se o prazo dado pelo Conselho de Segurança da ONU para que o governo de Teerã cesse suas atividades de enriquecimento de urânio.

Ainda da chegada de Merkel, Putin defendeu a abertura de novos mercados para o petróleo e o gás russos na Ásia, principalmente na China, e acusou os países ocidentais de desfavorecerem a Rússia no mercado de energia. A declaração causou preocupações em Berlim. A Europa, incluindo a Alemanha, é o principal destino do petróleo e do gás russos.

Críticas

Mas, no primeiro dia de conversações, Putin tratou de tranqüilizar Merkel de que os acordos já assinados serão cumpridos. Além disso, a gigante russa do setor energético Gasprom pretende assinar um contrato que cede parte da unidade de produção de gás Juschno-Russkoje à Wintershall, empresa do grupo Basf, disse o conselheiro para política externa de Putin, Sergei Prichodko.

Em entrevistas à imprensa local, Merkel elogiou a relação com o presidente russo. Segundo ela, as conversas transcorreram com total abertura e transparência.

A Alemanha é o principal parceiro comercial da Rússia, sendo responsável por 10% das exportações russas. O volume de negócios entre os dois países chegou a 47 bilhões de euros em 2005, alta de 25% sobre o ano anterior. As exportações alemãs para a Rússia cresceram de 18 bilhões de euros para 20 bilhões de euros no mesmo período.

Leia mais