1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Encontrados mais dois corpos do avião da AirAsia

Ao todo, 39 das 162 vítimas do voo QZ8501 já foram localizadas. Dois grandes pedaços de metal são detectados no fundo do mar, mas forte correnteza impede mergulho e remoção.

As equipes de resgate que trabalham nas buscas pelos destroços do avião da AirAsia, que

caiu no Mar de Java em 28 de dezembro

, encontraram dois enormes pedaços de metal nesta terça-feira (06/01), mas o mar revolto e as fortes correntezas impediram que eles fossem recuperados.

Além disso, mais dois corpos foram encontrados, totalizando, assim, a recuperação de 39 corpos entre as 162 pessoas no voo QZ8501. Mas há preocupações de que vai se tornar cada vez mais difícil encontrar outros corpos. Embora as condições climáticas tenham melhorado, as ondas fortes continuam sendo um empecilho para os mergulhadores.

"Os mergulhadores já estavam preparados no barco, mas o problema era a corrente e as ondas", explicou o comandante de busca e resgate, Bambang Soelistyo, em Jacarta. "Nosso objetivo é recuperar o maior número possível de corpos. Acreditamos que algumas das vítimas ainda estão presas nos destroços do avião", prosseguiu.

AirAsia Airbus 320-200 Suche Bergung 1. Jan. 2015

Até então, 39 corpos das 162 vítimas do voo QZ8501 foram recuperados pelas equipes de resgate

Outra preocupação das equipes de resgate é encontrar as caixas pretas, vitais para analisar e concluir as causas da queda do Airbus 320-200 da AirAsia. Devido às fortes correntezas, a área de buscas será expandida em 185 quilômetros quadrados, explicou Soelistyo.

Ele confirmou ainda que os dois grandes objetos de metal detectados por um navio da Marinha dos EUA, o USS Forth Worth, estão a uma profundidade de 28 metros. Ainda não está confirmado se estas peças fazem parte da aeronave. As buscas já encontraram

sete grandes objetos no fundo do mar

que podem ser peças do Airbus, mas fortes correntezas, lama e lodo impediram mergulhadores de visualizar ou alcançar as partes.

O Mar de Java, palco de várias batalhas navais durante a Segunda Guerra Mundial, tem inúmeros restos de navios naufragados em seu leito, o que pode dificultar o trabalho de resgate.

O Ministério dos Transportes da Indonésia garantiu que agirá com rigor após ter sido revelado que o QZ8501 não tinha licença de voo entre Surabaya, na Indonésia, e Cingapura no dia do acidente. Dois funcionários do ministério e cinco do aeroporto de Surabaya foram suspensos nesta terça-feira por terem permitido o voo.

PV/ap/dpa/rtr/efe

Leia mais