Encontrado corpo de suposto homem-bomba no aeroporto de Moscou | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.01.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Encontrado corpo de suposto homem-bomba no aeroporto de Moscou

Investigadores russos encontram corpo de suposto terrorista. Ele teria entre 30 e 35 anos e viria do norte do Cáucaso, região de onde extremistas islâmicos teriam praticado vários ataques contra Moscou nos últimos anos.

default

Atentado em Moscou é o terceiro em menos de um ano

Investigadores russos encontraram o corpo do suposto autor do atentado suicida que deixou pelo menos 35 mortos e mais de 130 feridos no Aeroporto Internacional Domodedovo, em Moscou, nesta segunda-feira (24/01).

De acordo com a agência de notícias alemã dpa, trata-se um homem com idade entre 30 e 35 anos e com "aparência árabe", presumivelmente vindo da zona de conflito no norte do Cáucaso. O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, participa das investigações. Dois suspeitos ainda são procurados pelas forças de segurança.

A explosão ocorrida às 16h32 (hora local) foi causada pela detonação de cinco a dez quilos de TNT no saguão de desembarque do Aeroporto Domodedovo, próximo a um café, segundo agências de notícias russas. De acordo com informações não confirmadas, duas bombas cheias de pedaços de metal foram detonadas.

"Segundo as informações que temos até agora trata-se de um atentado terrorista", disse o presidente russo, Dimitri Medvedev. Ele adiou sua viagem para Davos, onde iria falar na abertura do Fórum Econômico Mundial, nesta terça-feira.

Domodedowo Moskau Flughafen Anschlag

Explosão deixou pelo menos 35 mortos e 130 feridos

Medvedev ordenou o aumento da segurança nos outros dois aeroportos de Moscou, e também no sistema de metrô, que é considerado especialmente vulnerável a ataques terroristas.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o secretário-geral da Otan, Fogh Rasmussen, condenaram o ataque. Obama falou de um "ato hediondo de terrorismo". O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Guido Westerwelle, reagiu consternado ao atentado. "Esse ato bárbaro é injustificável", disse.

Sistema de transporte russo é mais uma vez alvo de terrorismo

Este é o terceiro atentado com vítimas no sistema de transporte russo em menos de um ano. O Aeroporto Domodedovo é considerado o mais moderno de Moscou, mas suas medidas de segurança foram questionadas já em 2004. Na época, duas mulheres-bomba embarcaram em dois aviões com bilhetes comprados ilegalmente naquele aeroporto e detonaram explosivos no ar, matando todas as 90 pessoas a bordo.

No duplo atentado de março de 2010, 39 pessoas foram mortas e mais de 60 ficaram feridas no metrô de Moscou. Em dezembro de 2009, um ataque a um trem de alta velocidade entre Moscou e São Petersburgo matou 26 pessoas. Na ocasião, rebeldes chechenos assumiram a responsabilidade pelo ataque.

FF/dpa/ap/afp
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados