Encomendando a própria história | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 29.04.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Encomendando a própria história

Para quem quer se transformar num herói ou mesmo num vampiro, uma "loja de histórias", em Berlim, trata de fazer com que o sonho se torne livro.

default

Michael Wäser: idéias à venda

O cliente tem a liberdade de escolher uma entre as várias histórias que foram escritas especialmente para a Geschichtenladen (loja de histórias), em Berlim. Como num passe de mágica, no lugar do protagonista, aparece o próprio nome impresso. E para os que não se derem por satisfeitos com histórias alheias, é possível encomendar na loja histórias "sob medida". Em poucos dias, tudo está pronto e o livro em mãos.

Era uma vez....

A loja, que fica no bairro berlinense de Prenzlauer Berg e existe desde novembro do ano passado, é fruto de uma idéia do proprietário Michael Wäser, ele próprio escritor. "À frente de uma loja de presentes, certa vez, fiquei pensando como gostaria de entrar ali e comprar uma história para a minha sobrinha, na qual ela mesma fosse a heroína", conta Wäser.

Geschichtenladen Berlin Unikatbücher designed

Exemplares únicos de histórias exclusivas

Desde a abertura da loja há poucos meses, já foram encomendadas e compradas as mais diversas histórias. Idéias não faltam. Para vislumbrar o enredo, o cliente pode, por exemplo, se ver no espelho com um chapéu ou uma peruca, a fim de se colocar provisoriamente no lugar do protagonista. Ou sentar-se num trono de veludo e optar pelo capacete dourado, que tem fones de ouvido escondidos e de onde também se pode ouvir a história.

Questionário

Os enredos personalizados são escritos por vários autores, cada um especializado num determinado gênero. A diversidade de desejos do cliente é o que mais fascina Michael Wäser: "De fábulas dos Irmãos Grimm, passando pela narrativa árabe até policiais lacônicos: gosto de me arriscar em vários estilos de narração", diz ele.

Antes de começar a escrever, Wäser toma uma decisão fundamental, que é definir os rumos da história, ou seja, se vai situá-la no Velho Oeste norte-americano ou numa metrópole, por exemplo. Num questionário prévio, o cliente pode escolher o cenário da história e dizer quais características o protagonista deve ter. Além disso, é importante que o autor da história saiba o que ele não pode, de forma alguma, incluir na história. "Sem hotéis baratos e sem sexo", anota, por exemplo, um cliente.

Geschichtenladen Berlin Isabelle Müller mit eigenem Buch

Para ler e ouvir: a própria história também em forma de audiolivro

Até a produção do livro pronto, é necessário esperar, em média, sete dias. "É preciso ler as indicações e pensar um pouco sobre o assunto, até que surja uma idéia", conta Wäser. Aí então o autor escreve rapidamente e vai burilando aos poucos as histórias, que têm um mínimo de 10 e um máximo de 40 páginas, pois elas precisam caber no espaço previsto para serem encadernadas.

Preços fabulosos

Para que o cliente possa vislumbrar como vai ficar sua história pronta, há na loja berlinense 12 exemplos expostos. O design varia do branco discreto, passando pelo azul até o dourado. O preço das tais histórias chega a ser fabuloso: 169 euros por uma história exclusiva. E quem estiver disposto a pagar 200 euros, recebe ainda junto um audiolivro. "As gravações são feitas num estúdio em Berlim, por profissionais", garante Wäser.

Seja para dar de presente ou para levar para casa, a idéia das "histórias únicas" é, no mínimo, inusitada. O perigo (para o bolso) é ficar viciado. E querer sempre mais cenas dos próximos capítulos...

Leia mais