1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Enchentes atingem o norte da Inglaterra

Governo britânico envia mais 200 militares para se unir aos 300 que já auxiliam moradores e equipes de emergência na luta contra as cheias que alagaram várias cidades. Centenas de pessoas deixam suas residências.

default

York é uma das cidades mais atingidas

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, afirmou neste domingo (27/12) que vai enviar mais tropas para enfrentar as inundações "sem precedentes" no norte da Inglaterra. As cheias forçaram centenas de pessoas a saírem de suas casas na região, incluindo a cidade turística de York.

De acordo com o governo, mais 200 militares serão deslocados para auxiliar os 300 que já estão na região. Outros mil soldados estão de prontidão caso a situação piore. Mais de 250 alertas de inundações estão em vigor na Inglaterra e no País de Gales, entre eles 24 avisos que indicam risco de vida para os moradores.

As equipes de emergência continuam resgatando centenas de pessoas em várias regiões do norte da Inglaterra. A polícia britânica afirmou que, na cidade de York, foram retiradas entre 300 e 400 pessoas que moram nas proximidades dos rios Ouse e Foss, onde 3.500 casas correm riscos. As autoridades disseram ainda que o nível do Ouse deve atingir 5 metros, próximo do recorde de 5,4 metros.

Überschwemmungen in England

Equipes de emergência resgatam moradores em York

Mais chuva é esperada neste domingo, embora não haja a expectativa de danos tão graves quanto os causados pela tempestade Eva no sábado. Neste sábado, áreas próximas de Manchester, como Salford, Bolton, Bury, Rochdale e Wigan, foram muito afetadas pelas inundações.

A polícia recebeu mais de 300 chamadas de emergência em 24 horas. Mais de oito mil casas no noroeste da Inglaterra continuam sem eletricidade, que só deverá voltar na manhã da próxima segunda-feira, afirmou a empresa energética North West.

FC/afp/rtr/lusa

Leia mais