1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Empresas do Mercado Novo perderam 25 mil empregos

As empresas cujas ações são negociadas no Mercado Novo cortaram 25 mil empregos nos últimos 12 meses, anunciou o jornal Die Welt, nesta segunda-feira na véspera de ser inaugurada a feira de tecnologia Cebit, em Hanôver. A informação tem por base uma pesquisa realizada entre 318 firmas desse segmento, no qual inúmeros acionistas alemães perderam dinheiro nos últimos dois anos. Atualmente, as firmas do Mercado Novo empregam 172.444 funcionários.

No auge do crescimento das novas tecnologias, elas deram trabalho a 198.211 pessoas. O quadro se reverteu, segundo o diário, e pela primeira vez o número de empregos suprimidos superou o de empregos gerados pelas empresas de Internet, comércio eletrônico e biotecnologia, entre outras que integram o segmento. O Mercado Novo completou, no domingo (10), cinco anos da sua criação.

Entre as que mais "destruíram" empregos estão as grandes do ramo de Internet, como a agência Pixelpark (600) e a LetsbuyIt.com (330). O corte de postos de trabalho acentuou-se a partir de meados do ano passado. Desde julho de 2001 foram cortados 14.000, segundo uma pesquisa da "FAZ- Business Radio". Especialistas como Stefan Schaible, da consultoria Roland Berger, contam com uma recuperação somente após o segundo trimestre.

Leia mais