1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Empresa chinesa arremata usinas de Jupiá e Ilha Solteira

China Three Gorges (CTG), que opera maior hidrelétrica do mundo, vence principal lote em leilão, com cobiçadas instalações no rio Paraná. Ao todo, governo brasileiro leiloa 29 usinas e arrecada 17 bilhões de reais.

A companhia China Three Gorges (CTG) venceu o leilão das usinas Jupiá e Ilha Solteira nesta quarta-feira (25/11), em São Paulo. Localizadas no rio Paraná, as duas hidrelétricas eram as mais cobiçadas entre as 29 usinas leiloadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta manhã.

O leilão, que envolveu usinas em operação no país, mas com contratos de concessão vencidos ou próximos de vencer, alcançou o objetivo do governo de arrecadar 17 bilhões de reais em bônus de outorga – valor pago pelas empresas pela concessão.

Desse valor total, que compreende as 29 hidrelétricas, cerca de 80% corresponde às usinas Jupiá e Ilha Solteira – a CTG deverá pagar 13,8 bilhões de reais pela concessão das duas, que antes pertencia à Companhia Energética de São Paulo (Cesp).

Jupiá e Ilha Solteira têm capacidade de gerar 1,55 mil MW e 3,4 mil MW, respectivamente. A empresa chinesa foi a única a apresentar uma proposta para o lote, e aceitou receber 2,38 bilhões por ano pela geração de energia ao país, o máximo estipulado pelo governo.

A CTG opera a maior hidrelétrica do mundo, a de Três Gargantas, na China. No Brasil, o grupo é sócio da EDP Energias do Brasil, controlada pela Energias de Portugal (EDP), em três usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos.

Os contratos de concessão terão prazo de 30 anos contados a partir da assinatura, marcada para 30 de dezembro. Na ocasião, as empresas devem pagar 65% do valor de outorga, e os 35% restantes podem ser pagos até 180 dias depois da assinatura.

O governo federal contava com esses recursos para evitar fechar o ano com um rombo ainda maior nas contas públicas – e reduzir o déficit primário recorde esperado para 2015.

EK/abr/efe/rtr/ots

Leia mais