1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Empresários se encontram online

Dois bancos de dados empresariais foram unificados recentemente, formando a maior rede alemã de contatos econômicos com países em desenvolvimento.

default

Em busca de parceiros comerciais via internet

O que fazer, quando um empresário suábio procura parceiros de negócios em Gana? Normalmente, tais contatos são feitos durante feiras, encontros empresariais internacionais ou pela internet. Até agora, havia diversas plataformas de contato com bancos de dados sobre empresas na Alemanha e no exterior. Diante da enorme demanda, diversos órgãos que prestam este serviço resolveram se unir. A Sociedade Alemã de Cooperação Técnica (GTZ), a Câmara Alemã de Indústria e Comércio (DIHK), as Câmaras Alemãs de Comércio Exterior (AHKs), a Agência Federal de Economia Externa (bfai) e três associações estaduais unificaram os bancos de dados de suas plataformas de contato “E-Trade-Center” e “Global Business Platform”.

Cooperação das plataformas de contato

“Sempre existiram contatos, nos mais diferentes níveis; foi assim que surgiu a idéia de uma cooperação”, explica o porta-voz da GTZ, Hans-Joachim Rabe. O banco de dados unificado está online desde 26 de agosto. Agora os usuários dos dois portais têm acesso à maior rede alemã de dados sobre contatos econômicos com os países em desenvolvimento.

A meta da cooperação é oferecer ao usuário o maior número de informações com o mínimo de trabalho. O novo banco de dados compreende cerca de sete mil empresas. Com seu auxílio, ampliam-se tanto a escolha de possíveis contatos empresariais a nível internacional como a área de alcance na qual uma firma se torna conhecida no exterior. Tudo isso, é claro, se ela estiver registrada no banco de dados.

Rápido e barato

A oferta é direcionada sobretudo para pequenas e médias empresas. A fim de que firmas deste porte não tenham dificuldade em obter acesso a estes mercados, elas podem se registrar gratuitamente no banco de dados. “Com isso, criamos um instrumento que permite localizar potenciais parceiros de negócios de maneira rápida e barata”, afirma Rabe.

A plataforma deverá estimular as relações comerciais em três direções. Além de facilitar o contato de empresas alemãs nos países em desenvolvimento e vice-versa, o projeto também deverá fortalecer o eixo comercial sul-sul e possibilitar que firmas africanas, asiáticas e latino-americanas entrem em contato.

Vantagens para os dois lados

As interfaces dos dois portais de internet mantêm a mesma cara, mas seu teor de informação se ampliou enormemente em decorrência da unificação. Os usuários de ambos os portais passaram a ter acesso ao dobro de endereços e possibilidades de contato de que dispunham até agora. Além disso, o projeto mostra que o desenvolvimento econômico em outros países não vai apenas ao encontro do interesse de órgãos públicos, como a GTZ, mas também de instituições particulares. “Ficamos contentes com esta aproximação entre a política de desenvolvimento e a iniciativa privada, algo que nosso projeto revela de forma bastante nítida”, constata Rabe.

Leia mais