Empossado o primeiro presidente negro dos Estados Unidos | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 20.01.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Empossado o primeiro presidente negro dos Estados Unidos

Barack Obama escreve história ao tomar posse como primeiro presidente afro-americano dos EUA. No discurso de posse, o democrata adverte que os desafios enfrentados pelo país não serão vencidos em curto prazo.

default

Barack Obama faz seu discurso de posse

Barack Hussein Obama, de 47 anos, tomou posse nesta terça-feira (20/01) diante do Capitólio em Washington. Filho de um negro natural do Quênia e de uma branca do estado norte-americano do Kansas, Obama é o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Obama Inauguration

Obama agradeceu a George W. Bush o 'serviço prestado' aos EUA

Após prestar juramento como 44º presidente do país, ele disse em seu discurso inaugural que os EUA estão em meio a uma grave crise. "Os desafios que enfrentamos são reais, eles são sérios e são muitos. Eles não serão resolvidos facilmente ou em pouco tempo", disse Obama nos degraus do Congresso dos EUA.

O democrata Obama, que assume a presidência depois de dois mandatos do republicano George W. Bush, disse que a crise econômica que assola o país é resultado de "ganância e irresponsabilidade de alguns, mas também do fracasso coletivo em tomar decisões difíceis e preparar a nação para uma nova era".

Obama Amtseinführung Obamas vor der Kirche

Obama e a esposa, Michelle, assistiram a culto do reverendo episcopal Luis Leon

Ele prometeu manter-se atento para garantir que o mercado não saia de controle. "O estado da economia exige uma ação firme e audaciosa e nós vamos agir", afirmou. "Vamos bater a poeira e reconstruir a América", enfatizou.

Referindo-se aos problemas internos dos Estados Unidos, ele salientou que a crise se manifesta num sistema de saúde dispendioso, em escolas com deficiências e na má utilização de recursos energéticos.

Manter os valores tradicionais

Obama instou os norte-americanos a retomarem o que teria feito dos Estados Unidos a nação que é hoje: "o trabalho duro, a honestidade, a coragem, a justiça, a tolerância e o patriotismo".

Obama Amtseinführung Pfadfinder mit Fähnchen vor dem Kapitol in Washington

Escoteiro com bandeirinhas festejam Obama diante do Capitólio

No plano internacional, o novo presidente quis assinalar uma mudança em relação à administração anterior, apesar de ter agradecido a seu antecessor o "serviço prestado" aos Estados Unidos.

Obama prometeu retirar as forças norte-americanas do Iraque de forma responsável e avançar com a paz no Afeganistão, além do trabalho conjunto contra a ameaça nuclear. Dirigindo-se diretamente às nações muçulmanas, o presidente norte-americano ofereceu "um novo caminho em direção ao futuro". E alertou os que empreendem o terrorismo no mundo de que a determinação dos Estados Unidos continua forte. Segundo Obama, vai começar "uma nova era de paz".

Despedida de George W. Bush

Antes da cerimônia de posse, Obama, sua esposa Michelle, assim como o vice-presidente Joe Biden e sua esposa Jill assistiram à tradicional cerimônia religiosa na igreja episcopal St. John, em Washington. Depois, o casal Obama encontrou-se com o casal Bush na Casa Branca. Logo após a posse de Obama, George W. Bush e a esposa, Laura, deixaram Washington em direção a sua fazenda no Texas.

Apesar das temperaturas negativas na capital norte-americana nesta terça-feira, desde as primeiras horas da manhã Washington viveu intensa movimentação. As ruas e as estações de metrô estavam lotadas. Uma multidão em clima era de festa popular concentrou-se no parque entre o Capitólio e o monumento a Lincoln.

Leia mais