1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Empate não decepciona técnico da seleção alemã

O placar de 2x2 no amistoso disputado na noite de quarta-feira (21/8) contra a Bulgária foi considerado um "resultado justo" pelo técnico da seleção alemã, Rudi Völler.

default

Rudi Völler

"Apesar dos erros que poderiam ter sido evitados, estou muito satisfeito com todos, especialmente com os jogadores mais novos, não apenas pela atuação no amistoso mas também pelo comportamento exemplar demonstrado durante o tempo em que fizeram parte da seleção alemã", disse o técnico do time vice-campeão mundial, Rudi Völler, acrescentando que "o empate foi um resultado justo".

A Alemanha disputou na noite de quarta-feira (21/8) um amistoso contra a Bulgária, na cidade de Sofia, com o objetivo de avaliar o desempenho dos jogadores mais novos. Este foi o único teste do selecionado alemão antes das eliminatórias para a Eurocopa 2004.

Desde a época da Copa do Mundo, o técnico já havia revelado seu desejo de rejuvenescer a seleção. A escalação de Völler para este jogo, entretanto, não seguiu apenas um critério pessoal. Craques experientes como Oliver Kahn, Dietmar Hamann, Oliver Neuville, Jörg Böhme, Torsten Frings, Christian Ziege e Thomas Linke, não puderam ser convocados por estarem enfrentando problemas de saúde.

Futuro - Perante tal desfalque, Völler se viu obrigado a formar um time com mais jogadores estreantes do que gostaria. Se, por um lado não foi a seleção desejada, por outro serviu para mostrar o grau de maturidade da geração mais nova do futebol alemão.

"Os jovens são o nosso futuro e eles vão amadurecendo a cada dia", constatou o técnico. Ele espera que até o dia 7 de setembro, quando a Alemanha fará sua estréia na eliminatória para a Eurocopa 2004 jogando contra a Lituânia, seja possível harmonizar o selecionado convocando jogadores principiantes e mais maduros. "A mistura entre novos e antigos, entre talentos jovens e experientes, precisa ser equilibrada."

Resultado - O primeiro gol da partida de ontem foi marcado por Berbatov, do time búlgaro, aos 22 minutos do primeiro tempo. Dois minutos depois, Ballack empatou a partida com um pênalti. O segundo gol da Bulgária foi um pênalti cobrado por Balakov aos 5 minutos do segundo tempo. O gol de empate saiu aos 12 minutos do segundo tempo, de autoria de Jancker.

Apoio - Apesar do baixo rendimento dos novos talentos, Völler garantiu que o jogo serviu para testar o grau de capacidade de cada um e não para definir o futuro dos craques. "Eles passaram por uma prova de fogo e não têm motivos para ficar de cabeça baixa", falou o técnico, referindo-se à decepção aparente de alguns jogadores após a partida.

Os novos talentos receberam também o apoio dos craques mais experientes. Bernd Schneider, por exemplo, disse que quando era mais jovem também cometeu muitas falhas em campo. Ele garantiu que isto não é motivo para ficar cabisbaixo e lembrou que o importante é saber tirar proveito dos erros.

Autocrítica - Tal apoio, porém, não impediu a autocrítica. Paul Freier (23 anos) foi um dos jogadores que não gostou de sua atuação. Ele não conseguiu controlar seu nervosismo e cometeu uma falha atrás da outra. Uma delas permitiu que o adversário abrisse o placar. "O treinador disse que poderíamos cometer erros, mas eu sei que cometi erros além da conta. O primeiro gol da Bulgária foi minha culpa", admitiu o lateral esquerda.

Outro craque que ficou desolado com seu desempenho foi Daniel Bierofka (23 anos). "Definitivamente não foi meu dia", resumiu o jogador do Bayer Leverkusen. Já o estreante Arne Friedrich (23 anos) foi destaque no amistoso. "Ele jogou muito bem", frisou Rudi Völler, lembrando que Friedrich teve uma atuação marcante e decisiva em campo.

Escalação - Rudi Völler fará a convocação dos jogadores que irão disputar as eliminatórias da Eurocopa 2004 vestindo a camisa da seleção alemã na próxima quinta-feira, 29 de agosto. Até lá, ele conta com a recuperação de algumas estrelas do futebol para formar um time coeso e capaz de muitas conquistas.