Em sua última despedida, Kahn só quer ″sobreviver ao jogo″ | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 02.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Em sua última despedida, Kahn só quer "sobreviver ao jogo"

Aos 39 anos de idade e na prática aposentado há três meses, Oliver Kahn encerra oficialmente os 21 anos de sua carreira num amistoso do Bayern com a seleção alemã em Munique.

default

Kahn, muito velho para as calças curtas

O "titã" do gol alemão, Oliver Kahn, celebra num jogo entre Bayern de Munique e seleção alemã sua derradeira despedida em campo nesta terça-feira (02/09), no estádio Allianz Arena de Munique completamente lotado (69 mil espectadores).

Oliver Kahn als Schriftsteller

Jogador na apresentação de seu livro

A grande festa entre amigos, como disse Kahn, terá transmissão ao vivo para todo o país pelo canal ZDF, de direito público, o que dá uma idéia de sua importância para o futebol alemão.

O fato de ser um dos goleiros mais populares do país não o transforma automaticamente no jogador amado pelos torcedores – isso devido à sua figura controversa e ao seu comportamento freqüentemente explosivo.

"Estou muito velho para andar de calças curtas", disse o goleiro de 39 anos de idade ao justificar a aposentadoria. Sua carreira, que durou 21 anos, é uma das mais bem-sucedidas da história do futebol alemão, com 557 jogos e oito títulos pela Bundesliga, seis Copas da Alemanha, um Mundial de Clubes e uma Liga dos Campeões.

"Minha meta não é ganhar a partida, quero sobreviver aos 75 minutos iniciais de jogo", confessou Kahn, que tem se dedicado ao golfe. "Os três primeiros meses sem futebol foram fantásticos", salientou Kahn, que diz ter passado muito tempo com a família e feito passeios de barco na Sardenha e na Costa Azul. "Mas senti falta da equipe, das brincadeiras, do prazer, da alegria."

Comentarista e olheiro

Seu futuro continuará sendo o futebol, mas fora de campo. Já no dia 10 de setembro, ele estará analisando para a televisão alemã os lances do jogo entre Alemanha e Finlândia, pelas Eliminatórias da Copa 2010.

WM Fußball Oliver Kahn als Bannerwerbung

Outdoor com Kahn na Copa de 2004

Além disso, Kahn atuará como garoto-propaganda na busca por novos talentos na China. Em longo prazo, Kahn está sendo cogitado para a sucessão do diretor esportivo do Bayern de Munique, Uli Hoeness.

Mesmo aposentado, sua agenda continua cheia. Nos próximos meses, o ex-goleiro pretende obter uma licença de treinador, segundo ele "não para ser técnico, mas como aperfeiçoamento profissional". Além disso, no âmbito do projeto de divulgação de seu livro, tem sido convidado por empresas para participar de seminários e proferir palestras.

Também as crianças da Baviera terão maior contato com o ídolo. Kahn participa de um programa de ajuda a crianças, criado na Finlândia, no qual elas aprendem a superar problemas e mudar seu comportamento.

Leia mais