Em partida de nove gols, Bremen derrota a sensação Hoffenheim | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 29.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Em partida de nove gols, Bremen derrota a sensação Hoffenheim

Werder Bremen supera o Hoffenheim por 5 a 4 numa das partidas mais eletrizantes da Bundesliga. Hamburgo retoma liderança ao vencer o Gladbach. Renato Augusto marca na vitória do Bayer Leverkusen sobre o Bochum.

default

Mesut Özil e o brasileiro Diego comemoram gol do meia alemão, destaque do Werder

Na partida mais emocionante da sexta rodada do Campeonato Alemão, Werder Bremen e Hoffenheim ofereceram um festival de gols aos torcedores presentes ao Weserstadion na último sábado (29/09). Ao final dos noventa minutos, o Werder venceu o confronto por 5 a 4, mas não sem antes ceder o empate quando já vencia por 4 a 1.

"Não estou exatamente satisfeito por termos sofrido quatro gols", disse o capitão do Bremen, Torsten Frings. O Werder saiu na frente com o gol de Mesut Özil, aos 8min. Demba Ba, aos 15min, empatou a partida. Cláudio Pizarro (16min), Diego (21min) e Aaron Hunt (30min) colocaram os donos da casa novamente em vantagem.

Fußball Bundesliga Bremen Hoffenheim

Diego é cercado por três jogadores do Hoffenheim

Ainda no primeiro tempo, Sejad Salihovic descontou aos 36min. No segundo tempo, a reação do Hoffenheim foi fulminante. Ibisevic, cobrando pênalti aos 18min, e Compper, aos 26min, empataram a partida. O Werder jogou os últimos 25 minutos sem o zagueiro Per Mertesacker, expulso por jogada violenta.

A vitória da equipe nortista veio no final do jogo, novamente com um gol de Özil. O alemão de origem turca, que tem apenas 19 anos, foi o grande destaque da partida. Ele disse ter tido "apenas sorte", nos dois gols. Mas o diretor esportivo do Bremen, Klaus Allofs, encheu o meia de elogios. "Ele tem agilidade, presença e um chute potente: todos os requisitos para uma grande carreira."

Hamburgo na frente

Klinsmann Fußball Bundesliga Hannover Bayern München

Klinsmann rege sua equipe

Hamburgo e Borussia Mönchengladbach fizeram um confronto de extremos, que se refletiu no placar: vitória do Hamburgo por 1 a 0. De um lado, o técnico Martin Jol disse que quase não consegue acreditar que o clube retomou a liderança do campeonato. Do outro, o treinador do Borussia, Jos Luhukay, já faz comentários sobre seu futuro: "Os resultados não são bons e acho que muitos já olham de lado para o técnico", lamentou.

A vitória colocou o Hamburgo novamente na primeira colocação, com 13 pontos. Já o Borussia é o lanterna do torneio, com apenas 3 pontos.

O vice-líder é o Bayer Leverkusen, que derrotou o Bochum por 3 a 2. O segundo gol do Bayer foi marcado pelo meia brasileiro Renato Augusto. O clube da gigante indústria química soma 12 pontos.

Bayern: nova derrota

Fussball Bundesliga Köln Schalke

Youssef Mohamad marca o gol do Colônia contra o Schalke

A grande surpresa da rodada foi a derrota do Bayern de Munique para o Hannover por 1 a 0, gol do húngaro Szabolcs Huszti. O resultado fez surgir as primeiras críticas – ainda que indiretas – ao trabalho do técnico Jürgen Klinsmann. "Há muitas equipes na nossa frente. Só de olhar para a tabela, fico nervoso", disse o diretor esportivo Uli Hoeness.

"A coisa não pode continuar assim, senão a distância em relação às primeiras colocações fica muito grande", completou. Hoeness nem cumprimentou Klinsmann ao final da partida. É o pior início de temporada do Bayern em 31 anos. Na nona colocação, a equipe está cinco pontos atrás do líder Hamburgo.Outro resultado surpreendente foi a derrota do Schalke pelo Colônia, a primeira da equipe de Gelsenkirchen na temporada. O resultado tirou o Schalke da liderança do campeonato e aliviou um pouco a crise no Colônia, que vinha de duas derrotas no torneio. O único gol do jogo foi marcado no final do primeiro tempo por Youssef Mohamad.

Leia mais