1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Em meio à crise, novo ministro das Finanças assume no Chipre

Economista Haris Georgiades é oficialmente empossado, um dia depois de seu antecessor renunciar para facilitar investigação sobre quebra de banco.

O novo ministro das Finanças do Chipre, Haris Georgiades, assumiu o cargo nesta quarta-feira (03/04), um dia depois do início da investigação judicial que resultou na renúncia de seu antecessor, Michalis Sarris.

Georgiades, de 40 anos, é economista e era até então ministro do Trabalho. Ele foi empossado depois que Sarris anunciou sua renúncia para cooperar com as investigações sobre a falência do banco Laiki, do qual foi presidente durante parte do ano passado. O colapso do banco é tido como um dos motivos que levaram o país quase à quebra e, consequentemente, à necessidade de pedir o resgate europeu.  

Na cerimônia de posse, o presidente Nicos Anastasiades alertou o novo ministro de que "dias difíceis estão por vir". A transição, afirmou, exigirá “em primeiro lugar coletividade e, ao mesmo tempo, consistência, disciplina fiscal e todas as medidas que contribuirão para relançar a economia o mais rápido possível.”

Anastasiades disse que aceitou a renúncia de Sarris com tristeza e elogiou a sua "ética política elevada" para deixar o cargo. Afirmou ainda acreditar que deixar o cargo era o melhor a ser feito para facilitar o trabalho dos investigadores.

Zeta Emilianidou, até então secretária permanente no Ministério do Comércio, tomou posse como ministra do Trabalho, substituindo Georgiades. Ela é a primeira mulher no governo Anastasiades.

MAM/afp/lusa/dpa

Leia mais