1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Em jogo espetacular, Schalke vence Real, mas é eliminado da Liga dos Campeões

Em partida de sete gols e duas viradas, Klaas-Jan Huntelaar e Cristiano Ronaldo balançam as redes duas vezes. Atacante português quebra recorde de Raúl González. Em Portugal, Porto atropela o Basel.

A torcida presente no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, presenciou uma grande partida de futebol, válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. O duelo entre Real Madrid e Schalke 04 teve sete gols, duas viradas e uma quase surpreendente classificação alemã. Com dois gols do atacante holandês Klaas-Jan Huntelaar e bela atuação do meia Max Meyer, o Schalke 04 derrotou o Real Madrid, por 4 a 3, mas foi eliminado da competição, já que havia perdido por 2 a 0, em Gelsenkirchen.

Com o resultado, o Schalke 04 é a primeira equipe visitante a marcar quatro gols contra o Real Madrid em fases mata-mata de competições europeias. Além dos gols de Huntelaar, Christian Fuchs e Leroy Sané marcaram para os alemães, enquanto Cristiano Ronaldo, duas vezes, e Karim Benzema completaram o placar. Com os dois gols, Ronaldo quebrou o recorde de gols marcados em competições europeias de clubes: o português soma agora 78 tentos, um a mais que o espanhol Raúl González e dois que o argentino Lionel Messi.

Deutschland Fußball Champions League Achtelfinale Real Madrid - Schalke 04

Assim como Cristiano Ronaldo, o holandês Klaas-Jan Huntelaar também marcou dois gols no Santiago Bernabéu

O primeiro tempo do Schalke 04 beirou o espetacular. Os Azuis Reais dominaram as ações, tiveram as chances mais claras de gol, obrigaram o goleiro espanhol Iker Casillas a realizar boas intervenções e acertaram o travessão, com o atacante holandês Huntelaar.

O principal jogador do Schalke 04, nos primeiros 45 minutos, foi Max Meyer, conhecido por ser o primeiro, e até então único, jogador alemão de campo formado nas quadras de futsal. Meyer driblou, puxou contra-ataques, desperdiçou chances claras de gol e deu uma assistência.

A alta produtividade ofensiva do Schalke 04 resultou em dois gols – o primeiro, anotado pelo lateral direito Christian Fuchs aos 20 minutos, após bela jogada de Meyer e cruzamento do volante suíço Tranquillo Barnetta, e o segundo, por Huntelaar, que aproveitou a sobra na pequena área, após defesa de Casillas na finalização de Meyer, aos 40. Momentos antes, o atacante holandês havia acertado o travessão, em finalização de longa distância.

No entanto, o Real Madrid tem em seu elenco um português aclamado três vezes como o melhor jogador do mundo. Em dois lances isolados, Cristiano Ronaldo balançou as redes duas vezes e manteve a boa vantagem construída na partida de ida, em Gelsenkirchen, na Alemanha. Com os dois gols de cabeça, aos 24 e aos 45, Cristiano Ronaldo chegou a 40 gols na temporada e impressionantes 75 na carreira na Liga dos Campeões.

Duas viradas e sufoco no final

No segundo tempo, o Schalke 04 voltou com a mesma postura ofensiva da etapa inicial, mas sofreu um banho de água fria logo aos sete minutos. O centroavante francês Karim Benzema, após driblar um zagueiro dentro da grande área, virou o marcador. A vantagem durou apenas 4 minutos. O volante Leroy Sané arriscou da entrada da aérea e acertou o canto do goleiro Casillas, que nem se moveu.

A partida no Santiago Bernabéu tomou ares dramáticos quando Huntelaar, após erro de Luka Modric, colocou os Azuis Reais novamente na frente do placar, aos 39 minutos. Faltava um gol para a classificação alemã, mas a pressão final do Schalke 04 parou nas defesas de Casillas. O Real Madrid, no sufoco e sob vaias da torcida, está classificado para a próxima fase da Liga dos Campeões.

Com gol de brasileiro, Porto atropela Basel

Em Portugal, o Porto, dos brasileiros Fabiano, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Casemiro, venceu com facilidade a equipe suíça do Basel, por 4 a 0, e também carimbou a vaga nas quartas de final.

Os gols foram anotados pelo meia argelino Yacine Brahimi, ainda no primeiro tempo, pelo volante mexicano Hector Herrera, pelo brasileiro, ex-São Paulo e Real Madrid, Casemiro, e pelo atacante camaronês Vincent Aboubakar. Na partida de ida, em Basel, as duas equipes haviam empatado em 1 a 1.

Leia mais