1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Em 15 anos, infecções por HIV caem 35%

Unaids comemora redução de novos casos do vírus em nível global e alcança meta de tratar 15 milhões de pessoas. Na contramão da tendência, número de portadores do HIV aumenta no Brasil.

O secretário-geral ONU, Ban Ki-moon, disse nesta terça-feira (14/07) que o mundo caminha para uma "geração livre da aids", após o programa da ONU de combate à aids (Unaids) anunciar uma queda de 35% no número de infecções por HIV nos últimos 15 anos, para 2 milhões.

De acordo com o relatório Como a AIDS mudou tudo, publicado pela Unaids nesta terça-feira, além das infecções, o número de mortes relacionadas à doença também caiu 41% desde 2005, para 1,2 milhão por ano.

A Unaids também anunciou que conseguiu atingir a meta de tratar 15 milhões de pessoas com HIV até 2015. O relatório destaca que houve conquistas significativas desde o advento dos medicamentos antirretrovirais em 1996.

As notícias são boas, mas vem acompanhada de apelos por mais financiamento com o objetivo de eliminar o vírus. A Unaids calcula que serão necessários 29 bilhões de euros por ano até 2020 para conseguir acabar com a aids até 2030. "O mundo conseguiu deter e reverter a epidemia. Agora temos que nos comprometer a acabar com ela", disse Ban Ki-moon.

A agência da ONU também afirmou que a contínua estigmatização dos profissionais do sexo, usuários de drogas e homossexuais é um obstáculo a ser transposto.

A África subsaariana continua sendo a região mais afetada pela AIDS, com 25,8 milhões de pessoas portadores do HIV.

Na contramão da tendência, o número de pessoas vivendo com HIV no Brasil cresceu nos últimos anos – de uma estimativa de 360 mil a 570 mil, em 2000, para uma estimativa de 610 mil a 1 milhão em 2014.

MP/lusa/afp/rtr

Leia mais