1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Elizabeth 2ª faz primeira visita a antigo campo de concentração nazista

Bergen-Belsen foi libertado por forças britânicas há 70 anos. No local morreram ao menos 52 mil pessoas de toda a Europa, incluindo a adolescente Anne Frank.

A rainha Elizabeth 2ª fez a sua primeira visita a um antigo campo de concentração nazista, nesta sexta-feira (26/7), em Bergen-Belsen, no estado da Baixa Saxônia, norte da Alemanha. A visita faz parte da agenda do último de viagem oficial da rainha à Alemanha e aconteceu 70 anos depois de as tropas britânicas invadirem o local e libertarem os presos, no final da Segunda Guerra Mundial.

Ao menos 52 mil pessoas de toda Europa morreram nesse campo de concentração, incluindo a adolescente Anne Frank, famosa por ter escrito um diário sobre o período em que sua família esteve escondida nos fundos de uma residência em Amsterdam, durante a ocupação nazista na Holanda. O diário escrito pela adolescente foi lido por milhões de pessoas em todo mundo. A rainha Elizabeth e o príncipe Philip visitaram a lápide em memória de Anne Frank.

Deutschland Großbritannien Queen Elizabeth im KZ Bergen-Belsen

A rainha e o príncipe Philip durante visita ao campo de concentração de Bergen-Belsen, no norte da Alemanha

Em abril de 1945, forças britânicas ingressaram no campo de concentração, onde eram mantidos judeus, prisioneiros políticos e outros grupos perseguidos. Fotos tiradas na ocasião deram ao mundo as primeiras provas visuais do Holocausto. A rainha também deixou uma coroa de flores no memorial e se encontrou com sobreviventes e libertadores do campo de concentração.

No início da semana, num banquete no Palácio Bellevue, sede da presidência alemã em Berlim, a rainha alertou sobre a divisão da Europa. Seu discurso focou em referências históricas: as lições da Segunda Guerra Mundial, a queda do Muro de Berlim e a reunificação da Alemanha.

Em abril, no 70º aniversário da libertação dos campos de concentração, o presidente alemão, Joachim Gauck, prestou homenagem ao Reino Unido por restaurar a humanidade na Alemanha.

Deutschland Großbritannien Queen Elizabeth in Berlin Brandenburger Tor

Crianças entregam flores à soberana em Berlim, no último dia da visita real

Saudada por bandeiras britânicas

Antes de viajar para a Baixa Saxônia, a rainha se despediu de centenas de curiosos no Portão de Brandemburgo, em Berlim. Por volta das 10h, ela deixou o Hotel Adlon, trajando casaco e chapéu amarelo claro.

Logo após, acompanhada do prefeito de Berlim, Michael Müller, recebeu flores de crianças e foi aplaudida brevemente por curiosos. Do Portão de Brandemburgo, a rainha se dirigiu ao aeroporto Tegel, da capital alemã, sendo saudada por pessoas com bandeiras do Reino Unido.

A visita ao campo de concentração de Bergen-Belsen foi um desejo da rainha e concluiu a quinta visita de Estado da soberana à Alemanha, a qual incluiu encontros com Gauck e a chanceler federal Angela Merkel, um passeio de barco pelo rio Spree, em Berlim, e uma viagem ao centro financeiro do país, Frankfurt.

MP/afp/dpa

Leia mais