ELEIÇÕES NA ALEMANHA - VITÓRIA DE MERKEL | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 03.10.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

ELEIÇÕES NA ALEMANHA - VITÓRIA DE MERKEL

A vitória de Angela Merkel nas eleições, o Relatório Goldstone e o filme de Margarethe von Trotta sobre Hildegard von Bingen foram os temas comentados esta semana por nossos usuários. Vale a pena conferir!

default

Com as eleições, o novo governo da Alemanha irá melhorar, pois terão controle do orçamento no que tange às metas sociais, tais como impostos, saúde, educação, indústria e comércio. Isto é meta para os conservadores e para os liberais que estão em consenso.
Nilton Avelino Boeri

Acabei de votar no SPD ("vermelhos") como "primeiro voto", e no Partido Verde como "segundo voto", apesar de até ontem estar pendendo para o FDP como primeiro voto. Uma coalizão "semáforo" seria para mim a ideal... Pena que os verdes e os amarelos (FDP) se rejeitam. É minha primeira eleição para o Bundestag na Alemanha e é simplesmente empolgante ver como por aqui se fala em projetos de partido para o país e não em nomes de pessoas como no Brasil. A política só poderá ser levada a sério no Brasil quando os partidos deixarem de ser fisiológicos, ou seja, simples agrupamentos de pessoas, e passarem a ser ideológicos, ou seja, agrupamentos de ideias.
Ronnie Schneider

Estas eleições demarcaram dois fatos inquietantes – o primeiro foi o maior índice de eleitores que se abstiveram de votar, principalmente nos principais partidos, deixando que os de legendas menores ganhassem força. O segundo foi a pior derrota eleitoral do Partido Social Democrata desde o término da Segunda Guerra Mundial. Estes indicadores mostram que não está tudo tão bem assim. A política pragmática de Merkel teve seus resultados não profícuos e agora terá que se mostrar producente e mais objetiva em suas posições políticas, para manter o apoio e aprovação dos membros da coligação conservadores e liberais. É um grande desafio que poderá reverter a situação. Ou então se cumprirá a análise de Marc Koch: o começo do fim.
Francisco Waitz

Parabéns à Angela Merkel pela reeleição, que foi justa dado o desempenho da chanceler em seu último mandato. Merkel é séria e sem dúvida a pessoa certa para comandar a Alemanha nesta fase pós-crise bancária.
Mariana Lima

Com a reeleição de Angela Merkel, a cooperação entre os dois países (Brasil – Alemanha) vai ficar onde está. A Alemanha é o principal parceiro do Mercosul e o Brasil tem tudo para ser um ótimo parceiro tanto no meio ambiente como em energia e outros temas que afetam o mundo.
Rozalvo Miranda Alencar Neto

RELATÓRIO GOLDSTONE

É difícil para qualquer um de nós ler e não ficar estarrecido diante destas afirmativas: "Baseados em fatos, chegamos à conclusão de haver provas convincentes de que Israel transgrediu gravemente o Direito Internacional durante suas operações militares – desrespeitando tanto o Direito Internacional humanitário quanto as deliberações sobre os direitos humanos. As forças israelenses de combate cometeram crimes de guerra, bem como possivelmente crimes contra a humanidade". E mais difícil ainda saber que: "O governo norte-americano já sinalizou publicamente seu apoio a Tel Aviv". Será que a raça humana está condenada a voltar à Idade da Pedra? Onde estão os homens que detêm o poder de mudar tudo isto? Para que atos como estes deixem de existir, é preciso que todos os "homens de bem" proclamem seus direitos, repudiando situações desta natureza.
Maria Aparecida Neubaner Luiz

Estados Unidos, Israel, Inglaterra etc podem cometer crimes de guerra, desestabilizar governos, assassinar e roubar à vontade, pois eles detêm o dinheiro e mandam na imprensa mundial. Infelizmente! Vivemos num mundo onde a mentira impera e a barbárie é "normal"!
Marcelo L.

FILME DE MARGARETHE VON TROTTA SOBRE HILDEGARD VON BINGEN

Hildegard von Bingen parece uma personagem interessante. Seu nome não me era estranho, mas sempre apresentado como uma mística. Agora sabe-se que outras qualidades se apresentam nesta freira. E muito oportunas. Até porque saem de um padrão estereotipado de religiosa.
João Gualberto Pinheiro Junior

Margarethe von Trotta está de volta em uma grande produção depois de seu último filme Rosenstrasse. Ela é considerada uma das grandes diretoras e cineastas do cinema alemão, como também uma das atrizes mais conhecidas do tempo do Cinema Novo, onde trabalhou com o genioso Fassbinder. Em seu filme mais recente sobre a vida da abadessa mística Von Bingen, que espero assistir, deverá ser muito interessante. A atriz convidada para fazer o papel de Hildegard von Bingen nada mais é que a talentosa e bonita Barbara Sukowa, que já trabalhou em outros filmes dirigidos por von Trotta, como Os anos de chumbo, Rosa Luxemburg, entre outros.
Francisco Waitz

Leia mais