Eleições estaduais são vistas como termômetro para pleito federal | Todas as informações sobre as eleições na Alemanha em 2017 | DW | 28.08.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleição na Alemanha

Eleições estaduais são vistas como termômetro para pleito federal

Eleições nos estados do Sarre, Turíngia e Saxônia no final de semana podem servir de termômetro para o pleito parlamentar no em setembro.

default

Cartazes de propaganda eleitoral

No próximo domingo (30/08) serão disputadas eleições em nível estadual no Sarre, Turíngia e Saxônia. Na Renânia do Norte-Vestfália, a votação será em nível municipal. A expectativa da opinião pública gira em torno do avanço da extrema direita; do apoio ao atual governador e candidato à reeleição na Turíngia, após seu acidente numa pista de esqui e com uma morte; e de uma possível coalizão entre SPD e o partido A Esquerda, este último fruto de uma divisão do primeiro. Seria a primeira coligação entre social-democratas e A Esquerda no oeste alemão.

Franz Müntefering, presidente do Partido Social Democrata (SPD), confirmou que seus correligionários da Turíngia teriam carta branca para coalizões. Também o candidato do SPD no Sarre, Heiko Maas, reiterou não descartar a formação de um governo com A Esquerda.

Silêncio sobre acidente

Dieter Althaus nimmt Amtsgeschäfte wieder auf

Dieter Althaus

O atual governador da Turíngia, o democrata-cristão Dieter Althaus, foi acusado de instrumentalizar na campanha eleitoral seu acidente de esqui do começo do ano, em que morreu uma mulher de 41 anos. Althaus saiu gravemente ferido. Num acordo com a família da vítima, o governador teria se comprometido a manter silêncio sobre o acidente, segundo publicou no último sábado o jornal Süddeutsche Zeitung.

CDU enfraquecida no Sarre

A União Democrata-Cristã (CDU) e o governador do Sarre, Peter Müller, continuarão somente por mais alguns dias sozinhos no governo. É dado como certo que os conservadores perderão a maioria absoluta nas eleições estaduais de domingo.

Oskar Lafontaine Vorsitzende der Partei Die Linke

Chance para Lafontaine?

Outro com boas chances é o ex-social-democrata Oskar Lafontaine, candidato a governador de A Esquerda. Para muitos, ele fez um bom governo nos 13 anos em que regeu o Sarre.

Observadores políticos comparam a relação entre Maas e Lafontaine como a de um pai e um filho. Em 1996, Lafontaine nomeou o antigo rebelde da juventude social-democrata para o cargo de secretário estadual.

NPD em queda?

Flagge NPD Bundeszentrale Archiv

NPD joga com ressentimentos de extrema direita

Na Saxônia, pesquisas de intenção de voto da emissora ARD apontam a CDU em primeiro lugar, seguida do partido A Esquerda, SPD, FDP e verdes. Ainda segundo a pesquisa, o Partido Nacional Democrático da Alemanha (NPD), de extrema direita, não atingiria os 5% de intenção de votos necessários para ingressar na Assembleia Legislativa da Saxônia.

Tradicionalmente, a Saxônia é um baluarte do NPD. Nessa campanha eleitoral, o partido também jogou com ressentimentos de extrema direita, distribuindo, por exemplo, histórias em quadrinhos nacionalistas entre jovens.

Em Berlim, as três votações estaduais são consideradas uma espécie de termômetro para as eleições parlamentares de 27 de setembro próximo.

Também lideranças políticas europeias se manifestaram.O premiê de Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, salientou a ligação de seu país com o vizinho Sarre e por isso torce pelo governador Müller, que em sua opinião não só tirou o Sarre do marasmo, como também ajudou Luxemburgo."É preciso fazer campanha até o último minuto, para evitar uma coalizão de esquerda", ressalta.

CA/dw/dpa
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais