1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Effenberg: "Quem não colaborar, vai se aborrecer comigo"

Capitão do Bayern de Munique ainda quer sagrar-se tetracampeão antes de deixar o clube ao fim da temporada e adverte quem tiver a intenção de colocar-se em seu caminho.

default

Effenberg pode ir para o Atlético de Madri

Stefan Effenberg ainda não sabe qual será seu futuro após o fim da atual temporada, quando expira seu contrato com o Bayern de Munique. Mas ele parece determinado quanto a seus objetivos neste primeiro semestre de 2002.

"Eu ainda tenho uma coisa a fazer. Minha meta absoluta é ser tetracampeão alemão. Quem não colaborar e se colocar no caminho, vai se aborrecer fortemente comigo", ameaça o capitão do Bayern de Munique.

Effenberg terminou 2001 na mira da torcida e da imprensa. Após longo período parado devido a uma lesão, o armador voltou à equipe e, desde então, o Bayern acumulou seis partidas sem vitória no Campeonato Alemão e caiu para a quinta colocação. "Não vou permitir que arranhem minha autoridade", avisa o jogador, conhecido por atos de rebeldia.

Sucessão garantida - Liberado pelo Bayern de Munique, que já providenciou para a próxima temporada a contratação de Deisler (Hertha Berlim) e Ballack (Bayer Leverkusen), expoentes da nova geração alemã, Effenberg garante que não encerrará sua carreira agora.

"Vou continuar jogando futebol. Só não sei se por mais um, dois ou dez anos. Mas não tenho a intenção de superar Lothar (Matthäus)", informa o armador de 33 anos. O líbero Matthäus defendeu o Bayern até os 39, pendurando as chuteiras no fim de 2000, após alguns meses nos EUA.

Alternativas – É possível que Effenberg siga os mesmos passos do ex-companheiro de equipe e transfira-se para algum clube da Major League Soccer norte-americana. Sua preferência, porém, seria a primeira divisão da Inglaterra.

As chances mais fortes apontam para o tradicional Atlético de Madri, que disputa atualmente a segunda divisão espanhola e com o qual a esposa e empresária do jogador, Martina Effenberg, já manteve contatos.

O armador descarta a opção de continuar na Bundesliga. Segundo a imprensa alemã, ele teria ofertas do Bayer Leverkusen, Hertha Berlim e Borussia Mönchengladbach.

Links externos