Editor alemão planeja publicar revista ″Trip″ na Alemanha | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 10.02.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Editor alemão planeja publicar revista "Trip" na Alemanha

A revista masculina brasileira "Trip" ganhará versão em alemão e circulará em quatro países europeus. A revista contará com matérias da publicação brasileira e artigos produzidos por renomados autores alemães.

default

O editor e jornalista alemão Thomas Garms conseguiu uma licença editorial para publicar a revista brasileira Trip na Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo. O antigo editor das revistas Men's Health e Hörzu e colaborador da Playboy planeja publicar a primeira edição da revista masculina em abril. A ideia é que em meados de setembro ela já esteja circulando pelas metrópoles dos quatro países, sendo a primeira revista brasileira a conseguir entrar no mercado europeu.

Na Trip alemã, o leitor encontrará um misto de matérias da publicação brasileira e novos artigos produzidos por renomados autores alemães. Segundo Garms, o leitor europeu pode esperar uma revista divertida, inteligente, "rebelde" e diferente do mainstream .

"A Trip leva a vida a sério sem se levar demasiadamente a sério", explica. Para ele, essa é uma revista com atitude, personalidade e forte apelo político, social e cultural.

A publicação será destinada a homens curiosos e apaixonados, principalmente jovens com boa formação cultural. O público-alvo masculino varia entre 25 e 50 anos, incluindo desde estudantes até executivos mais libertários.

Mas não são apenas homens que leem a Trip . Garms atenta para o fato de que esta talvez seja a primeira revista masculina que as mulheres gostam de ler.

A publicação alemã terá uma tiragem de 100 mil exemplares e cada exemplar custará em torno de 4,80 euros. Inicialmente, a revista será distribuída nas principais metrópoles, em locais de grande movimentação, como estações ferroviárias, aeroportos e lojas masculinas.

Encantamento pela revista

Desde que Garms viu casualmente a Trip em uma banca de jornais no Brasil, ele se tornou um admirador da publicação e continuou a comprá-la frequentemente. Ao conhecer mais a fundo a revista, o editor alemão percebeu que o formato da publicação teria grande chances de sucesso na Alemanha.

Ele entrou em contato com o editor da Trip no Brasil, Paulo Lima, e, em novembro, eles se conheceram pessoalmente. "Eu queria saber quem estava por trás desta fantástica publicação", conta Garms. "Então perguntei ao Paulo se ele me concederia a licença de publicação para a Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo e ele aceitou".

Segundo Garms, o posicionamento de mercado da revista brasileira é perfeito. "Possui um layout marcante, uma extraordinária qualidade jornalística e temas originais", avalia.

É esse potencial que ele quer levar à Europa, fazendo algumas adaptações para o público local. "Naturalmente iremos atentar para as especificidades dos temas alemães, para adequar a revista à perspectiva desse público".

Um gênero em declínio?

Segundo o editor alemão, as revistas masculinas são um gênero que vem decaindo, pois tanto o conteúdo como a estética se tornaram antiquados, não sendo mais convincentes hoje. Para ele, a Playboy , a Großstadtcowboy , a Lads & Co . são alguns arquétipos desse tipo de revista.

"Carros, relógios, champanhas e loiras extravagantes com fartos seios não criam mais identificação com os homens modernos e não conseguem alimentar os seus sonhos", avalia Garms.

Autor: Deyvis Drusian
Revisão: Simone Lopes

Leia mais