1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Camarote.21

Edição do dia 06/04

Ficou curioso sobre as reportagens desta edição do Camarote.21? Aqui você encontra mais informações sobre os artistas, eventos e exposições que mencionamos. Se ficou com alguma dúvida, escreva para nós.

Um toque artístico

O fotógrafo britânico

Ray Massey

e a pintora corporal Annie Ralli transformam mãos em obras de arte. No início, as fotografias com as mãos tinham um fundo comercial, mas rapidamente a imprensa e vários blogs especializados passaram a considerá-las arte. Algumas fotos você encontra

aqui

.

Meia-calça já foi coisa de homem

Até a Revolução Francesa, no final do século 18, cabia aos homens os adereços de beleza. Eles usavam sapatos de salto alto para encaixar melhor nos estribos dos cavalos e meia-calça de seda para modelar as pernas. A especialista em literatura

Barbara Vinken

investigou as origens da moda e e escreveu um livro sobre os segredos e as reviravoltas do vestuário.

DW Kulturmagazin Camarote.21 vom 06.04.2014

Torre Eiffel completa 125 anos

De carcaça inútil a símbolo da França

Há 125 anos, a

Torre Eiffel

foi erguida durante a Exposição Universal para comemorar o centenário da Revolução Francesa. Apesar da pompa, a estrutura de 324 metros não agradou muito à população parisiense – foi considerada inútil e chamada de carcaça de aço. Inaugurada no dia

31 de março de 1889

, a Torre Eiffel é hoje um dos monumentos mais importantes da Europa e símbolo incontestável da França. Curiosidade: a cada sete anos, a pintura é renovada, mas as camadas anteriores nunca foram removidas — ou seja, há atualmente 19 camadas sobre o metal, o que equivale a 300 toneladas de tinta.

A excentricidade do fotógrafo Wolfgang Schulze

Wolfgang Schulze, mais conhecido como

Wols

, sempre gostou de autorretratos. Em 1932, ele se mudou para Paris, para trabalhar como retratista, e marcou época por focar em detalhes, fotografados espontâneamente, algo novo para aquele tempo. Wols morreu aos 38 anos de idade de uma intoxicação alimentar. O trabalho do fotógrafo foi resgatado e está em

exposição

em Berlim até o dia 22 de junho.

DW Kulturmagazin Camarote.21 vom 06.04.2014

Ban usa papel reciclado na estrutura de seus projetos

Construções de papel

O arquiteto Shigeru Ban, criador do pavilhão japonês – feito de papel – na Expo 2000, em Hannover, é o vencedor do

Prêmio Pritzker 2014

, o mais importante prêmio de arquitetura do mundo. Suas obras levam em conta ideias alternativas e sustentabilidade. Shigeru Ban é um pioneiro na escolha dos materiais. Ele mistura madeira, concreto, vidro e papel reciclado para fazer as colunas de suas construções.

Tatuagem: de marginal a mainstream

A história da tatuagem desde o século 19 foi reunida no livro ilustrado 1000 Tattoos. O livro mostra os diversos significados da tatuagem, seja como ornamento tribal, símbolo religioso e de rituais, ou como tendência pop.

DW Kulturmagazin Camarote.21 vom 06.04.2014

O artista faz colagens de fotos gigantes ao ar livre

Intervenção urbana

JR

é o codinome de um dos artistas de rua mais influentes da atualidade. Das favelas de Nairobi à Palestina, ele leva suas obras a pessoas que de outra forma não teriam acesso a arte. Seu mais novo trabalho é uma

exposição

que lembra a reconciliação entre franceses e alemães depois da Segunda Guerra Mundial.

Bossa Nova reúne brasileiros e alemães

A Bossa Nova surgiu no fim da década de 50 e é hoje, ao lado do samba, é um dos gêneros musicais brasileiros mais conhecidos e admirados no exterior. Hoje, o gênero influencia músicos no mundo todo. Inspirada desde pequena pela música brasileira, a franco-alemã

Céline Rudolph

canta bossa nova em alemão. O trio

Bossarenova

, formado pela cantora brasileira

Paula Morelenbaum

e os músicos alemães Ralf Schmid e Joo Kraus, fez uma turnê pela Europa com sucessos como Águas de março, de Tom Jobim, e Tarde de Itapuã, de Toquinho e Vinicius de Morais.

Leia mais

Links externos