1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Edição crítica do livro de Hitler vira best-seller na Alemanha

Duas primeiras impressões de "Minha luta" se esgotam em apenas dois meses, e editora envia terceira para as livrarias. Compradores são sobretudo pessoas interessadas em história e política.

A nova edição comentada do livro Minha Luta, de Adolf Hitler, já vendeu cerca de 24 mil exemplares em apenas dois meses e entrou na lista dos mais vendidos da revista Spiegel, na qual chegou a figurar na segunda posição entre os livros de não ficção.

O Instituto de História Contemporânea (IfZ) de Munique anunciou que já está enviando uma terceira reimpressão para as livrarias, depois de as duas primeiras terem se esgotado. A versão comentada, com milhares de notas explicativas, foi lançada no início de 2016, depois de os direitos autorais da obra caírem em domínio público. Ela tem cerca de duas mil páginas e custa 59 euros.

"A demanda existe", afirmou uma porta-voz do IfZ. Segundo ela, os livreiros relataram que a obra está sendo comprada principalmente por pessoas interessadas em história e política e não há sinais de que o livro esteja sendo adquirido por neonazistas.

"Na verdade um neonazista não teria muita satisfação em lê-lo. Por isso não há nenhum problema se o livro for lido por um deles", comentou a porta-voz. Segundo ela, antes mesmo de o livro chegar às livrarias já havia 15 mil pedidos.

Segundo os organizadores, a edição crítica da polêmica obra vai ajudar o público a perceber que se trata "em grande parte de um discurso ordinário e agressivo" e que foi "o centro de uma ideologia assassina e que menospreza a dignidade humana".

AS/dpa/ots

Leia mais