Economia alemã supera projeções iniciais e irá crescer 3,4% em 2010 | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 21.10.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Economia alemã supera projeções iniciais e irá crescer 3,4% em 2010

Ministro alemão da Economia corrige a previsão de crescimento de 1,4% projetada inicialmente pelo governo. O déficit orçamentário deverá atingir 4% do PIB, e não os 4,5% apontados em estimativa anterior.

default

Rainer Brüderle é ministro da Economia da Alemanha

O ministro da Economia da Alemanha, Rainer Brüderle, retificou nesta quinta-feira (21/10) o prognóstico de crescimento para 2010, elevando para 3,4% a estimativa inicial, de 1,4%. Para 2011, o governo espera um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,8%.

Brüderle afirmou que a economia alemã continua em recuperação. Segundo ele, a economia doméstica deslanchou, após importantes impulsos vindos do comércio exterior.

Para manter isso, seria necessária agora uma política "coerente e confiável", como o "recuo organizado do Estado de programas conjunturais, bancos e empresas".

Déficit orçamentário

Com isso, o déficit orçamentário alemão em 2010 deverá atingir 4% do PIB, meio ponto percentual a menos do que o previsto em estimativa anterior.

"Segundo a notificação enviada em 1º de outubro à Comissão Europeia, o déficit público, tal como o definem os critérios de Maastricht, vai aumentar este ano para 4% do PIB, contra 3% no ano anterior", afirmou o secretário de Estado das Finanças, Hans Bernhard Beus, no relatório mensal do ministério, publicado nesta quinta-feira.

No próximo ano, Berlim já previu que o déficit deverá voltar à casa dos 3%, limite fixado no Pacto de Estabilidade e de Crescimento da União Europeia. Os economistas do banco Goldman Sachs consideram a previsão do governo alemão "muito prudente" e acreditam ser viável um déficit de 3,6% em 2010.

MDA/lusa/afp/dapd
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais