1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

DW tem nova sede em Bonn

Presidente federal Johannes Rau inaugura nova sede da Deutsche Welle em Bonn, ponto alto das comemorações dos 50 anos e início de uma nova fase na existência da emissora internacional da República Federal da Alemanha.

default

Prédio alvo e longo, ao pé do edifício alto dos Correios

Já faz algumas semanas que os funcionários da Deutsche Welle começaram a trocar os escritórios e estúdios em Colônia por novos, nas dependências de um edifício novinho em folha, construído nas proximidades do Rio Reno, no bairro que abrigava o centro governamental do país quando Bonn era a capital da Alemanha.

Mas ainda demora até que todos os que fazem a DW-RADIO e a DW-WORLD, bem como os responsáveis por sua infra-estrutura técnica e administrativa, estejam reunidos na nova sede. A mudança é uma façanha logística que vai se estender até setembro. Até lá, 250 caminhões de mudança terão transportado cerca de dez mil metros cúbicos de móveis, equipamentos e materiais pelos 28 quilômetros que separam a sede em Colônia da nova em Bonn. A equipe brasileira da DW-WORLD será uma das últimas a deixar Colônia, em final de agosto.

A primeira transmissão radiofônica antecedida do anúncio "Vocês estão ouvindo a Deutsche Welle de Bonn" vai ao ar nesta sexta-feira (27/06). Trata-se de uma entrevista com o presidente da Alemanha, Johannes Rau. Fecha-se assim um círculo que se iniciou a 3 de maio de 1953, quando o então presidente, Theodor Heuss, falou no discurso de inauguração da emissora da necessidade de uma "distensão" nas relações exteriores do país.

O dia vai ser de festa em Bonn, sob o signo da DW: a inauguração da sede pelo presidente Rau, à tarde, será precedida de um ato festivo no antigo plenário do Bundestag, o parlamento da Alemanha.

Jóia arquitetônica com começo infeliz

Joachim Schürmann

Joachim Schürmann, autor do projeto

A construção do edifício que agora porta em sua fachada as letras azuis da Deutsche Welle foi decidida no início da década de 80. A finalidade era, porém, completamente diferente: o prédio deveria abrigar os escritórios dos parlamentares. A construção do projeto assinado pelo renomado arquiteto Joachim Schürmann começou em fins de 1989, com custos orçados em 320 milhões de euros e inauguração prevista para 1995.

Com a reunificação da Alemanha, em 1990, e a decisão de transferir o parlamento para Berlim, que voltara a ser capital do país, o prédio que estava sendo construído em Bonn foi destituído de sua finalidade original. Em 1993, o governo decidiu que ele seria ocupado, quando concluído, pela DW, que tinha de deixar sua sede em Colônia por estar contaminada por asbesto, prejudicial à saúde de seus ocupantes.

Uma enchente do Reno, em dezembro de 1993, fez o lençol de água subterrâneo subir e inundar os fundamentos do prédio que estava sendo levantado, resultando em danos consideráveis em sua estrutura. Isto não apenas estendeu o prazo previsto para as obras, como as encareceu consideravelmente, em cerca de 200 milhões de euros.

Mas, como dizem os alemães, Ende gut, alles gut — quando as coisas terminam bem, tudo está bem. A jóia arquitetônica, equipada com a mais moderna técnica, está concluída e prestes a ser inaugurada e entrar em funcionamento. Pronta a continuar transmitindo aos ouvintes e usuários em todo o mundo "uma visão abrangente da vida política, cultural e econômica da Alemanha, apresentando e esclarecendo os pontos de vista nacionais sobre questões importantes", conforme definição em lei de 1997, que regulamenta as atividades da emissora internacional da República Federal da Alemanha.

Leia mais