1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Dresden tem economia mais dinâmica da Alemanha

Estudo aponta a capital da Saxônia, no Leste alemão, como principal núcleo emergente do país. Munique é a mais próspera das 50 maiores cidades alemãs. Desnível entre cidades ricas e pobres aumenta.

default

Dinamismo de Dresden atraiu até fábrica de chip da AMD

Uma pesquisa de opinião realizada em meados de junho passado pela organização estudantil Aiesec junto a quatro mil torcedores de futebol revelou que, em termos de hospitalidade, não há diferença entre as 12 cidades-sede da Copa do Mundo.

Se houvesse um equilíbrio econômico semelhante entre os maiores centros urbanos do país, a Alemanha teria bem menos problemas. Um estudo sobre as 50 cidades mais populosas da Alemanha, divulgado pela revista Wirtschaftswoche, aponta que o fosso entre cidades em ascensão e em decadência aumenta cada vez mais.

München Rathaus und Liebfrauenkirche

Munique: cidade mais próspera da Alemanha

Munique defendeu seu primeiro lugar no ranking geral, estabelecido com base em 117 critérios, agrupados em seis áreas principais: mercado de trabalho, prosperidade, qualidade como centro de produção, finanças, estrutura econômica e estrutura social. De 100 habitantes, Munique tem "apenas" 3,8 beneficiários do seguro-desemprego, enquanto esta relação é 13/100 em Halle e 12,4/100 em Rostock.

Frankfurt: campeã de renda per capita

Em comparação aos dados do ano passado, a capital da Baviera conseguiu até aumentar sua nota sobre sua situação momentânea em relação às concorrentes Frankfurt e Stuttgart, respectivamente, em segundo e terceiro lugar. Entre as dez melhores estão ainda Düsseldorf, Mainz, Karlsruhe, Mannheim, Münster, Colônia e Dresden.

Frankfurt Skyline

Frankfurt, líder alemã em renda per capita

Frankfurt ocupa o primeiro lugar quanto à renda per capita. Neste ponto, Rostock, Solingen e Hamm ficam em último. Freiburg tem a maior concentração de médicos (376 por 100 mil habitantes), imediatamente seguida por Munique (311/100 mil habitantes). No ranking do dinamismo, que considera indicadores de 2000 a 2005, a capital bávara ocupa apenas o 17º lugar.

Emergente do Leste

Der goldene Reiter in Dresden

Dresden combina história com dinamismo econômico atual

Segundo o estudo, Dresden, a capital do Estado da Saxônia, é "a cidade mais dinâmica da Alemanha": saltou do 30º lugar em 2005 para o 10º na avaliação deste ano. Outras cidades do Leste alemão, como Magdeburg (8º lugar em dinamismo), Leipzig ou Chemnitz, também conseguiram melhorar suas posições.

Mas do território da ex-Alemanha Oriental, a lanterna é Rostock, fazendo companhia nas últimas posições para cidades do Oeste alemão, como Lübeck, Wuppertal, Kiel, Gelsenkirchen e Bielefeld. A capital Berlim ocupa o penúltimo lugar no índice geral e em 44º no quesito dinamismo econômico.

Confira as posições das 50 maiores cidades alemãs em termos de população no "ranking da prosperidade" divulgado pelo jornal Wirtschaftswoche.

Leia mais