1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Dortmund: economia como atração turística

Em Dortmund, uma das sedes da Copa do Mundo, o turista pode acompanhar a evolução econômica do município, um ex-centro de produção de carvão que se transformou em fornecedor de tecnologia para toda a Alemanha.

default

Antigo e o moderno se encontram

Na sociedade da informação, rapidez é (quase) tudo. Hoje um dos grandes centros tecnológicos da Alemanha, Dortmund seguiu à risca o conceito de "mudança em tempo real". Historicamente conhecida na Alemanha por ser um grande centro produtor de carvão e aço, a cidade viu a quantidade de empregos em sua indústria diminuir à medida que as grandes companhias de mineração resolveram fechar unidades de produção.

O "fundo do poço" foi atingido em 1990, quando o grupo Krupp Stahl reduziu à metade a produção de carvão e aço em Dortmund. No início da década de 90, o local era um pálido reflexo das glórias passadas: a quantidade de pessoas trabalhando na indústria pesada foi reduzida de 127 mil, em 1960, para cerca de 37 mil, em 1994. Dortmund, antes um grande centro comercial da Alemanha, precisava se reinventar.

A resposta digital

Dortmund H-Bahn Universität

Universidade de Dortmund: centro de tecnologia

A solução para os problemas da cidade foi encontrada na Universidade de Dortmund, fundada em 1968. A "tábua de salvação" da economia local foi a criação, em 1984, de um departamento acadêmico: o Centro de Tecnologia de Dortmund. Aliando o conhecimento dos pesquisadores na universidade à necessidade de gerar novos postos de trabalho, a cidade criou o Parque de Empresas de Tecnologia, em 1988. Desde então, atraiu 580 novas companhias e cerca de 12 mil novos empregos.

A mudança de perfil na economia de Dortmund foi resultado de um planejamento que envolveu a administração municipal e 80 investidores privados. O Projeto Dortmund foi iniciado em 1999 e tem o objetivo de transformar o município no maior pólo de tecnologia da informação (TI) e de acompanhamento logístico pela internet da Alemanha.

Evolução econômica

O município oferece variadas opções turísticas relacionadas à evolução de sua economia. O Porto de Dortmund, as antigas minas de carvão e as indústrias produtoras de aço foram preservadas – uma prova de que o município olha para o futuro sem ignorar o passado.

Dortmund, Adler des Stadtwappens, Altes Stadthaus

Prédios históricos da cidade foram reconstruídos

Para a apreciação dos visitantes, parte da infra-estrutura de mineração e indústrias pesadas também foi mantida, assim como antigos galpões de estocagem de materiais e alojamentos de funcionários. O escritório municipal de turismo oferece uma série de tours guiados aos interessados em descobrir mais sobre a "velha" economia local.

Mas Dortmund também tem belezas naturais, refletidas nos jardins do Parque da Vestfália, que abriga a maior coleção de rosas da Alemanha. A cidade, que no século 13 já era um dos principais centros populacionais do país, com cerca de 15 mil habitantes, também tem muita história para contar, apesar da destruição durante a Segunda Guerra Mundial: igrejas medievais e castelos foram reconstruídos e podem ser visitados pelos turistas.

Futebol na cabeça

Uma das sedes da Copa do Mundo 2006, Dortmund naturalmente preparou algumas novidades high tech para o evento . O Estádio de Dortmund, originalmente construído para o Mundial de 1974, também realizado na Alemanha, ganhou um completo centro de esportes, além de restaurantes e um teatro. A reforma do estádio, que tem capacidade para 60 mil torcedores, custou aproximadamente 35 milhões de euros.

Borussia Dortmund vorläufig gerettet

'Casa' do Borussia: novidades 'high tech'

O estádio é um dos símbolos da cidade, e casa do clube de futebol Borussia Dortmund. Nos fins de semana em que se realizam jogos da equipe no estádio, as ruas do município de 600 mil habitantes ficam vazias e a febre futebolística representada pela camiseta amarela e preta do Borussia toma conta de Dortmund. Não é demais dizer que o futebol é a grande paixão da cidade – nada mais justo, portanto, que Dortmund seja o palco de várias partidas da Copa do Mundo, inclusive uma das semifinais.

Leia mais