1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Donato, o avô do futebol espanhol

Quando começou a ser chamado de avô, o brasileiro de 39 anos não gostou do apelido. Hoje, o jogador mais velho da Primeira Divisão espanhola não se importa mais com o "título".

default

O brasileiro Donato da Silva (direita) jogando pelo clube espanhol Deportivo La Coruña

Donato Gama da Silva já se acostumou a ser chamado de avô. Entretanto, nem sempre foi assim. Durante um bom tempo o mais velho jogador da Primeira Divisão do futebol espanhol, com 39 anos completados no dia 28 de dezembro de 2001, sofreu com o apelido e as histórias a seu respeito.

Pela Espanha circulou o boato de que, devido a um erro de datilografia, a idade registrada em seu passaporte era falsa e que Donato teria, de fato, 10 anos a menos. Ele precisou desmentir publicamente a fofoca e frisar sua verdadeira data de nascimento.

"Ser chamado de avô já me incomodou muito, mas agora até gosto. Qualquer um pode me chamar assim que não ligo", confessou o atleta. Há nove anos, Donato foi dispensado do Atlético Madrid por ser considerado velho. Não demorou muito para que ele fosse contratado pelo Deportivo La Coruña, onde até hoje seu trabalho é valorizado e tem o reconhecimento do treinador Javier Irureta, que lhe garante um lugar entre os titulares.

Exatamente por isso, Donato não pensa em pendurar as chuteiras: "Ainda me sinto em plena forma mental e pretendo prosseguir exercendo minha profissão. Eu jogo futebol simplesmente porque gosto. O meu maior desejo é continuar em campo."

Graças ao seu desempenho, Donato faz parte da nata do futebol espanhol e tem ajudado seu time a conquistar vitórias. Ele acredita que o La Coruña não terá dificuldades para chegar às quartas-de-final da Liga dos Campeões na temporada de 2002.

Histórico invejável

Donato possui um histórico profissional invejável. Ele já atuou em 443 jogos, feito nunca antes alcançado por um jogador estrangeiro da Primeira Divisão. Entre os colegas espanhóis, apenas três que ainda estão na ativa já o superaram no número de participação em jogos.

Sua técnica peculiar de atuar na defesa o transformou em um especialista em campo. Apesar de não ter o mesmo vigor físico de outrora, ele se destaca pelo modo como emprega a experiência acumulada através dos anos. O jogador sabe exatamente qual o melhor momento para investir sua energia contra o adversário.

Dupla nacionalidade

A carreira de Donato Gama da Silva em solo espanhol começou em 1988. Até assinar contrato com o Atlético Madrid, ele havia defendido durante oito anos a camisa do clube carioca Vasco da Gama. Em 1993, saiu do Atlético Madrid e começou a atuar no La Corunã.

Devido à sua dupla nacionalidade, Donato estreou na seleção espanhola jogando contra a Dinamarca, em novembro de 1994. Desde então, já entrou em campo 12 vezes como jogador da Espanha.

O ponto alto de sua carreira, entretanto, ainda estava por vir. Seis anos após sua estréia na seleção, na temporada de 1999/2000, Donato comemorou a glória de contribuir para que o La Coruña conquistasse o Campeonato Espanhol.

Avô em forma

Recentemente o jogador renovou contrato por um ano com o La Coruña, com uma cláusula que prevê a renovação automática por mais um ano caso Donato atue como titular em, pelo menos, metade das partidas da temporada.

O cumprimento de tal requisito para continuar no futebol não deverá ser um problema para ele. No ano passado, Donato jogou em 10 das 18 partidas de sua equipe na Primeira Divisão e também em oito jogos da Liga dos Campeões. O "avô" do futebol espanhol continua brilhando e servindo de exemplo para os "netos".