Dois gols de Toni na prorrogação salvam Bayern na Copa da Uefa | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 11.04.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Dois gols de Toni na prorrogação salvam Bayern na Copa da Uefa

Depois de estar perdendo por 3 a 1, Bayern de Munique empata a partida nos últimos cinco minutos da prorrogação e se classifica para as semifinais da Copa da Uefa.

default

Mark van Bommel, Oliver Kahn e Philipp Lahm celebram a classificação do Bayern

Com dois gols de Luca Toni nos últimos cinco minutos da prorrogação, o Bayern de Munique garantiu nesta quinta-feira (10/04) a chance de conquistar o título da Copa da Uefa. Depois do resultado de 1 a 1 no jogo de ida, na semana passada em Munique, o empate em 3 a 3 contra o Getafe no estádio Coliseum Alfonso Pérez classificou os alemães. Luca Toni marcou aos 25min e aos 30min da prorrogação. O primeiro gol dos alemães foi do francês Franck Ribéry, aos 44min do segundo tempo, que empatou o jogo pela primeira vez e gerou a prorrogação.

O primeiro gol da partida foi de Cosmin Contra, do Getafe, aos 44min do primeiro tempo. Francisco Javier Casquero e Braulio Nóbrega marcaram para o clube espanhol no início da prorrogação.

A partir dos 6min de jogo, o Getafe enfrentou os alemães com um jogador a menos. Rubén de la Red foi expulso por ter cometido falta sobre Miroslav Klose. "Hoje nós só poderíamos ter perdido. Isso era visível na equipe. Fizemos o erro de, no início, não termos forçado o gol", disse Ottmar Hitzfeld, técnico do Bayern de Munique.

UEFA Cup Getafe gegen Bayern München nach drittem Tor

Antes do final da prorrogação, Getafe comemorava possível vitória

O goleiro alemão Oliver Kahn disse que em 20 anos de futebol nunca havia vivenciado jogo semelhante a esse, em que o Bayern virou a partida nos últimos minutos da prorrogação.

O time dos brasileiros Lúcio e Zé Roberto jogará uma das semifinais da Copa da Uefa nos dias 24 de abril e 1º de maio contra o Zenit São Petersburgo, que se classificou em cima do Bayer Leverkusen. O primeiro jogo será em Munique.

Leverkusen eliminado

O Bayer Leverkusen venceu a partida contra o São Petersburgo, na Rússia, por 1 a 0, nesta quinta-feira (10/04), mas mesmo com a vitória está fora da Copa da Uefa. Como no ano passado, quando o Bayer também jogou contra o time russo, os alemães foram desclassificados nas quartas-de-final.

Por causa do jogo de ida na semana passada, quando o Bayer perdeu de 4 a 1 em casa, a vitória desta quinta-feira era mais difícil de ser alcançada.

Como fez no jogo contra o Borussia Dortmund, no último domingo, pela Bundesliga, o técnico do Bayer, Michael Skibbe, poupou cinco jogadores titulares, colocando-os no banco de reservas.

Dimitri Bulykin, um dos reservas escalados para a partida, mostrou seu esforço aos 4min do primeiro tempo, quando tentou marcar um gol, sem sucesso. Aos 18min, fez um gol de cabeça, depois do cruzamento de Gonzalo Castro.

No segundo tempo, os russos reagiram e melhoraram a defesa. Aos 25min, Igor Denisov, do São Petersburgo, tentou um gol, que acertou na trave. Cinco minutos antes do final, o goleiro René Adler defendeu um pênalti cobrado por Anatoli Timoschtschuk.

"Precisaríamos ter feito um segundo gol para deixar o São Petersburgo nervoso, mas no geral, a classificação dos russos foi merecida", afirmou Skibbe.

Semifinais

Nesta quinta-feira, no jogo de Glasgow Rangers contra o time português Sporting Lisboa, a vitória ficou com os escoceses pelo placar de 2 a 0. Na Holanda, o time italiano Fiorentina ganhou do PSV Eindhoven de 2 a 1. Rangers e Fiorentina jogarão a outra semifinal.

Leia mais