Dois brasileiros participam de versão alemã do programa ″No Limite″ | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 10.01.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Dois brasileiros participam de versão alemã do programa "No Limite"

Gravado em uma floresta na Austrália, sexta edição do reality show "Dschungelcamp" (Acampamento na selva) tem o ex-artilheiro Aílton e o músico Daniel Lopes entre os 11 concorrentes. Principal estrela é Brigitte Nielsen.

default

Aílton: 'Tenho uma fazenda, estou preparado'

Dois brasileiros estão entre os 11 candidatos que a partir desta sexta-feira (13/01) disputam o título de "rei" – ou "rainha" – da selva desta sexta edição do programa de televisão alemão Ich bin ein Star – Holt mich hier raus! (Sou uma estrela, me tire daqui!): são eles o jogador de futebol Ailton e o músico e DJ Daniel Lopes.

Tal qual o antigo "No Limite" da Rede Globo – no qual os corajosos participantes serviam-se de cardápios para lá de exóticos, como olhos de cabra e ovos galados – na Alemanha, no programa veiculado pelo canal RTL, os candidatos precisam superar provas desafiadoras e que exigem grande resistência física em plena floresta australiana para receberem a coroa de "rei da selva".

Deutschland sucht den Superstar Daniel Lopes

Daniel Lopes: experiente em programas de televisão

Aos 38 anos, o paraibano Aílton voltou a atuar no Brasil, após jogar futebol por muitos anos na Alemanha. Ele veio para o Werder Bremen em 1998, time pelo qual em 2004 conquistou o Campeonato Alemão e ao mesmo tempo foi artilheiro do campeonato, com 28 gols marcados.

Naquele ano, "Toni", como foi carinhosamente apelidado pelos torcedores do Werder Bremen, foi o primeiro estrangeiro escolhido com o jogador do ano na Alemanha. Ele também vestiu as camisas do Schalke, do Hamburgo e do Duisburg.

"Eu tenho uma fazenda no Brasil e me preparei bem lá", garantiu o ex-artilheiro, com uma certa dose de mau humor, à imprensa alemã, ao embarcar de Frankfurt para a Austrália, no domingo.

Seu concorrente e compatriota Daniel, 35 anos, também tem o rosto e a voz conhecidos na Alemanha, onde vive desde os 15 anos de idade. O músico é ligado à cena da música eletrônica e já viajou bastante pelo mundo acompanhando DJs renomados. Daniel já participou de programas de "caça a talentos" na Alemanha e de um reality show nos Alpes.

Participante encara 30 mil baratas em uma das provas

Participante encara 30 mil baratas em uma das provas

"Finalmente terei a possibilidade de mostrar o meu verdadeiro 'eu'. Gostaria que os telespectadores me conhecessem como uma pessoa normal e não como alguém que só se conhece pela mídia", declarou Daniel.

O programa Dschungelcamp (Acampamento na selva) tem a duração de 16 dias. Os participantes, no entanto, vão deixando o programa de acordo com a vontade dos telespectadores, que opinam sobre a permanência dos candidatos – a maioria formada por subcelebridades. O último que sobra é o campeão.

Entre os participantes, cujas idades variam de 19 a 54 anos, há ainda uma modelo pornô, atrizes, cantores, uma apresentadora de televisão e até um mágico paranormal austríaco. A dinamarquesa Brigitte Nielsen, ex-mulher do ator Sylvester Stallone, também faz parte do reality show deste ano.

Cada competidor recebe da produção do programa entre 30 mil e 60 mil euros – a quantia varia de acordo com a popularidade do participante. Aílton, por exemplo, terá um cachê de 55 mil euros e Daniel Lopes, de 40 mil euros. A exceção deste ano é Brigitte Nielsen, que ganhará 150 mil euros.

MSB/dpa/ots (com informações da emissora RTL)
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais