1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Dois brasileiros na lista das 100 pessoas mais influentes

Revista "Time" traz campeão mundial de surfe Gabriel Medina e o homem mais rico do Brasil, Paulo Lemann, em lista que inclui Vladimir Putin, Angela Merkel, Hillary Clinton, o ator Bradley Cooper e o papa Francisco.

A líder do partido francês de extrema direita Frente Nacional, Marine Le Pen, o novo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e o economista francês Thomas Piketty estão entre os novos nomes da lista das "100 pessoas mais influentes", publicada anualmente pela revista americana Time.

Também figuram na seleção divulgada nesta quinta-feira (16/04) dois brasileiros: o surfista Ricardo Medina, campeão mundial de surfe no ano passado, e o empresário Jorge Paulo Lemann, considerado pela Forbes o homem mais rico do Brasil e o 26º mais rico do mundo. Com uma fortuna avaliada em 25 bilhões de dólares, Lemann é proprietário do fundo de investimentos 3G Capital e um dos controladores da AB InBev, a maior cervejaria do mundo .

A lista da revista não é produzida em formato de ranking, mas sim em uma divisão em cinco categorias: líderes, titãs, pioneiros, artistas e ícones.

Entre os "líderes" figuram os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, de Cuba, Raúl Castro, e da Rússia, Vladimir Putin, além da chanceler federal alemã, Angela Merkel, única representante alemã da lista, citada pelo sétimo ano seguido pela Time.

Também foram considerados influentes o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e a candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton. A lista ainda inclui figuras polêmicas, como o presidente norte-coreano, Kim Jong-un, e o chefe do grupo terrorista nigeriano Boko Haram, Abubakar Shekau.

Já a categoria "titãs", que traz Jorge Paulo Lemann, é encabeçada pelo rapper e produtor americano Kanye West. A celebridade Kim Kardashian, esposa de West, também aparece nessa categoria, junto com o presidente da Apple, Tim Cook, e a presidente do Federal Reserve americano, Janet Yellen.

Entre os "pioneiros" estão a bailarina americana Misty Copeland, as atrizes Reese Witherspoon e Emma Watson e o astronauta Scott Kelly.

O ator Bradley Cooper, o cantor country Tim McGraw, o estilista Alexander Wang e o humorista John Oliver estão na lista de "artistas".

Além de Gabriel Medina, a lista de "ícones" inclui ainda o papa Francisco, a juíza do Supremo Tribunal americano Ruth Bader Ginsburg, a presidente dos Médicos Sem Fronteiras, Joanne Liu, a cantora Taylor Swift, e o economista francês Thomas Piketty.

A jovem paquistanesa Malala Yousafzai, de 17 anos, volta a ser a personalidade mais jovem da lista ,e o presidente da Tunísia, Beji Caid Essebsi, de 88 anos, o mais velho.

MSB/lusa/afp/dpa

Leia mais