1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Do fundo do quintal para o mercado mundial

Setenta por cento dos produtos orgânicos brasileiros são produzidos por agricultores familiares, a maioria deles organizados em associações ou cooperativas. Governo apresenta casos exemplares na Biofach 2005.

default

Café orgânico do Brasil na Biofach 2005

A agricultura brasileira começa a ter duas faces também no exterior: por um lado, a grande agroindústria está levando o país a se tornar o maior exportador de produtos agropecuários do mundo; por outro, o Brasil está se consolidando como grande produtor e exportador de alimentos orgânicos.

Segundo a Agência de Promoção das Exportações do Brasil (Apex), a produção de orgânicos chega a 300 milhões de toneladas por ano, sendo que as exportações do setor atingiram 115 milhões de dólares em 2004. Há no país cerca de 15 mil propriedades certificadas, das quais aproximadamente 10,5 mil são familiares, a maioria delas organizadas em associações, cooperativas ou redes de produção e comercialização e que estão em condições de exportar ou já exportam seus produtos.

Veja, a seguir, uma relação de 20 produtores certificados das cinco regiões do Brasil, que o Ministério do Desenvolvimento Agrário está apresentando na Biofach 2005, em Nurembergue (24 a 27/02), como "amostra do excelente nível de qualidade alcançado pela agricultura familiar brasileira":

Produtor, município, Estado: produtos certificados para exportação

  1. Afruco – Associação dos Fruticultores e Hortigrangeiros de Cruzeiro do Oeste (PR), 49 famílias: acerola verde e acerola madura congeladas.
  2. Apomop – Associação dos Produtores Orgânicos do Médio Oeste do Paraná, Assis Chateaubriand (PR): café, plantas medicinais, erva-mate, polpa de acerola, soja, açúcar mascavo.
  3. Agroindústria da Colônia Nova, Crissiumal (RS): cachaça orgânica
  4. Aecovale – Associação das Agroindústrias Familiares Ecológicas do Vale do Rio Uruguai (RS): cachaça orgânica, açúcar mascavo, laranja e essências.
  5. Cotrimaio – Cooperativa Agropecuária do Alto Uruguai, Três de Maio (RS), 25 famílias e 10 mil associados: soja, trigo e milho(grãos e farinha).
  6. Ecocitrus – Cooperativa dos Citricultores Ecológicos do Vale do Caí, Montenegro (RS), 47 sócios: suco de tangerina e suco de citrus concentrado.
  7. Novocitrus Produção Ecológica, Pareci Novo (RS): geléias com açúcar mascavo e sem açúcar e suco integral de tangerina.
  8. Aecit/Erpo – Associação de Agricultores Ecologistas de Ituporanga (SC), 45 famílias: frutas orgânicas (caqui, uva, banana), frutas desidratadas (caqui, figo, banana), cereais orgânicos (amaranthus), legumes desidratados (cebola).
  9. Aguardente Tiquara, Arealva (SP): cinco famílias: cachaça orgânica (branca e envelhecida).
  10. Coagrosol – Cooperativa dos Agropecuaristas Solidários de Itápolis (SP), 35 pequenos produtores: polpas, sucos e frutas.
  11. Brasilianisches Kakao auf der Biofach 2005

    Cacau orgânico, também presente em Nurembergue

    Cooperagrepa – Cooperativa dos Agricultores Ecológicos do Portal da Amazônia(MT), 300 sócios em 10 municípios: açúcar mascavo, melado de cana, café, guaraná em pó e castanhado Brasil.

  12. Apoms – Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul, 60 associados em 16 municípios: café verde.
  13. ABDI – Associação Biodinâmica dos Agricultores e Agricultoras de Ibicoara(BA), 15 famílias: café biodinâmico.
  14. APPC – Associação dos Pequenos Produtores da Chapada, Morro do Chapéu(BA): 15 associados: abacaxi orgânico.
  15. Cabruca – Cooperativa dos Produtores Orgânicos do Sul da Bahia, 50 produtores: chocolate, cacau em amêndoas, palmito em conserva de açaí e pupunha, palmito ao natural de pupunha e frutas desidratadas (banana, mamão e abacaxi).
  16. Fazenda Vaccaro, Rio das Contas(BA): cachaça orgânica (branca e envelhecida).
  17. Coppalj – Cooperativa dos Pequenos Produtores Agroextrativistas de Lago do Junco (MA) (trabalhadores rurais e quedradeiras de coco): óleo de babaçu orgânico.
  18. Aprotaq – Associação dos Produtores Orgânicos de Taquaritinga do Norte (PE), 40 associados: café em grão, café torrado em grão e em pó.
  19. Coopercaju – Cooperativa dos Beneficiadores Artesanais de Castanha-de-Caju, Serra do Mel (RN), 162 unidades de produção familiares: amêndoa de castanha-de-caju orgânica.
  20. Cofruta – Cooperativa de Fruticultores de Abaetetuba (PA), 115 agricultores e extrativistas: pasta de cacau, geléia de cupuaçu e geléia de açaí.

Leia mais