Distúrbios violentos causam destruição em Londres | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 07.08.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Distúrbios violentos causam destruição em Londres

Protestos contra o assassinato de um homem de 29 anos pela polícia acabam se transformando em tumultos no bairro londrino Tottenham, com saldo de feridos, veículos queimados e propriedades depredadas.

default

Polícia teve dificuldades em conter os tumultos

Jovens manifestantes atacaram na madrugada deste domingo (07/08) viaturas policiais, um ônibus urbano e diversos prédios no bairro multicultural Tottenham, em Londres. Os tumultos deixaram 29 pessoas feridas – sendo 26 policiais – e 42 suspeitos detidos. Os distúrbios, que perduraram por toda a madrugada, foram os mais violentos ocorridos na capital londrina nos últimos anos.

A testemunha Stuart Tadose afirmou a uma emissora de TV que o cenário de destruição lembrou o estado da cidade após os ataques aéreos dos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. "Muita gente perdeu tudo", disse ele. Muitas famílias com crianças pequenas tiveram que abandonar suas casas incendiadas e correr para a rua.

Os veículos do corpo de bombeiros, que registraram durante a noite mais de 250 chamadas para o bairro, não puderam, em parte, chegar aos locais dos tumultos devido à quantidade de pessoas aglomeradas no caminho. Os prejuízos causados pelos distúrbios giram em torno de alguns milhões de libras esterlinas.

"Uma tragédia"

As manifestações pacíficas, fruto de uma mobilização disseminada em redes sociais, tinham como meta protestar em frente ao posto policial do bairro contra a morte, na última quinta-feira (04/08), de Mark Duggan. Pai de quatro filhos, Duggan, 29 anos, foi morto pela polícia em meio a investigações envolvendo porte ilegal de armas. "Alguns criminosos acabaram com a manifestação pacífica", afirmou Adrian Hanstock, da Scotland Yard.

Krawalle in Tottenham London Flash-Galerie

Carros incendiados e prédios depredados após noite de violência

Hanstock lamentou a morte de Duggan e afirmou que as circunstâncias do ocorrido já estão sendo investigadas. A morte do pai de família, segundo ele, foi "uma tragédia", embora isso não justifique que uma "uma minoria criminosa" destrua propriedades nem roube sua vizinhança. O premiê David Cameron condenou a violência nas ruas da cidade, afirmando que os ataques aos policiais e a destruição ocorrida durante os tumultos não são de forma alguma justificáveis.

Região problemática

Partes do bairro Tottenham são consideradas problemáticas há décadas pela administração londrina. Em 1985, ocorreram no bairro sérios distúrbios, deixando cerca de 60 policiais feridos. À época, uma mulher morreu em consequência de um acidente vascular cerebral depois de sua casa ter sido invadida pela polícia e um policial, que em meio aos tumultos tentou proteger um grupo de bombeiros, ter sido espancado até a morte.

Localizado a mais de dez quilômetros do centro de Londres, Tottenham é uma das regiões mais pobres do Reino Unido, onde quase metade das crianças vive em condições precárias. A percentagem de estrangeiros no bairro é a maior em todo o país.

SV/dpa/afp/rtr

Revisão: Mariana Santos

Leia mais